Poesia ROMântica Brasileira

10 Questions | Total Attempts: 3306

SettingsSettingsSettings
Please wait...
Poesia ROMântica Brasileira

Lista de exercícios


Questions and Answers
  • 1. 
    (FMABC-SP) Assinale a alternativa em que se encontram três características do movimento literário ao qual se dá o nome de Romantismo:
    • A. 

      Predomínio da razão, perfeição da forma, imitação dos antigos gregos e romanos

    • B. 

      Reação anticlássica, busca de temas nacionais, sentimentalismo e imaginação

    • C. 

      Anseio de liberdade criadora, busca de verdades absolutas e universais, arte pela arte

    • D. 

      Desejo de expressar a realidade objetiva, visão materialista do universo

    • E. 

      Preferência por temas medievais, rebuscamento de conteúdo e de forma, tentativa de expressar a realidade inconsciente.

  • 2. 
    Leia as seguintes afirmações sobre as três gerações românticas da literatura brasileira e assinale a resposta correta.I.    A primeira geração, também conhecida como nacionalista, busca recuperar o medievalismo do Velho Continente, reconformando, para tanto, a figura do índio brasileiro, que se torna europeizado.II.   A segunda geração é conhecida como byroniana, de extremo idealismo, subjetividade, negativismo e morbidez da infância.III.  A terceira geração, chamada de condoreira, tem em Castro Alves seu principal representante. Sua poesia social tem teor libertário.IV.  A terceira geração tinha índole burguesa, com valores assentados na valorização da propriedade rural e no escravagismo.V.   A primeira geração, ao implantar o Romantismo no Brasil, serve-se de valores da Idade Média, valores cristãos, portanto, alinhando-se a uma concepção de mundo teocêntrica.VI.  A segunda geração é também chamada de ultra-romântica, pois apresentava extremo pessimismo, egocentrismo, exaltação da morte, supremo desencanto e desilusão. Estão corretas somente as afirmativas:
    • A. 

      I, II, III e IV

    • B. 

      I, III, V e VI.

    • C. 

      I, II, V e VI.

    • D. 

      II, III, V e VI.

    • E. 

      II, IV, V e VI.

  • 3. 
    Em relação à poesia romântica, são feitas as seguintes afirmações:I. Gonçalves de Magalhães e Gonçalves Dias pertencem à geração denominada Indianista ou Nacionalista.II. As poesias de Álvares de Azevedo falam principalmente de amor e de morte, entre outros temas, e o autor sofreu forte influência do inglês Lorde Byron.III. Castro Alves, Fagundes Varela e Casimiro de Abreu pertencem à geração chamada Condoreira.A opção que apresenta a resposta correta é 
    • A. 

      Apenas I.

    • B. 

      Apenas II.

    • C. 

      Apenas I e II.

    • D. 

      Apenas I e III.

    • E. 

      I, II e III.

  • 4. 
    (UESPI) As obras de Gonçalves Dias, Álvares de Azevedo e Castro Alves demonstram que a poesia romântica brasileira:
    • A. 

      Consolidou-se de forma homogênea sem nenhuma influência do romantismo europeu.

    • B. 

      Seguiu os passos da poesia de Byron, com a linha do satanismo, única influência estrangeira foi admitida entre nós.

    • C. 

      Se constituiu de estilos diversificados; cada poeta cultivava uma linguagem, porém todos imbuídos do ideal abolicionista.

    • D. 

      Tinha como tônica geral o indianismo, devido à rejeição dos modelos estrangeiros.

    • E. 

      Deu uma tradução local aos valores da literatura europeia: a dignidade do homem natural, a exacerbação das paixões e os ideais libertários.

  • 5. 
    A respeito da poesia romântica, assinale a afirmação que está incorreta.
    • A. 

      Castro Alves pode ser considerado um poeta mais ligado à estética realista do que ao Romantismo, pela linguagem contundente com que analisa os problemas sociais da época.

    • B. 

      Na obra da segunda geração de poetas românticos brasileiros, encontram-se o tédio da vida e o cultivo da idéia da morte.

    • C. 

      Se eu morresse amanhã é um poema em que predomina a função emotiva da linguagem, acentuando o individualismo e o subjetivismo exacerbados.

    • D. 

      Gonçalves Dias foi um dos primeiros poetas românticos brasileiros e sua obra está marcada pelo indianismo, um dos temas marcantes da época.

    • E. 

      Casimiro de Abreu cultivou, em seus poemas, o tema da saudade da Pátria, em função do exílio que sofreu em Portugal, ao lado do lirismo amoroso.

  • 6. 
    O poema I-Juca Pirama  (“o que há de ser morto”)    é    um dos  famosos  da  linha  de  poesia indianista   ou   “americana”,   desenvolvida   por Gonçalves  Dias  ao  longo  de  sua  obra.  Leia  as primeiras estrofes do poema. “No meio das tabas de amenos verdores,Cercadas de troncos – cobertos de floresAlteiam-se os tetos d’altiva nação;São muitos seus filhos, nos ânimos fortes,Temíveis na guerra, que em densas coortesAssombram das matas a imensa extensão.São rudos, severos, sedentos de glória,Já prélios incitam, já cantam vitória,Já meigos atendem à voz do cantor:São todos Timbiras, guerreiros valentes!Seu nome lá voa na boca das gentes,Condão de prodígios, de glória e terror!”(DIAS, Gonçalves. I-Juca Pirama. In: CANDIDO, Antonio;  CASTELLO,  J.  Aderaldo.  Das  origens ao realismo. São Paulo: Difel, 1985). É correto assinalar sobre o texto: 
    • A. 

      A natureza, idealizada no poema, ilustra a equivalência da beleza de nossa terra com a beleza de osso indígena, exigência do nacionalismo romântico brasileiro, cujo programa foi obedecido com precisão por Gonçalves Dias.

    • B. 

      Os adjetivos do texto indicam a bravura e a coragem dos Timbiras, mas revelam, também, a idealização romântica sobre o indígena brasileiro, assim como dão ao poema uma atmosfera de grandeza épica, própria dessa poesia gonçalvina.

    • C. 

      Os adjetivos do texto indicam o gosto do autor em caracterizar bem as personagens, mas não têm maior significação para o poema, apenas para a estética romântica brasileira, que não concebia um texto desprovido de adjetivações.

    • D. 

      O lirismo do texto faz com que o indianismo de Gonçalves Dias revele-se muito fraco perto do indianismo de José de Alencar, que retratou a grandeza desse herói nacional em romances, gênero literário mais apropriado para tal fim.

    • E. 

      A natureza e o índio idealizados bastam para instaurar o lirismo do texto, o que fez da poesia de Gonçalves Dias o melhor de nosso nacionalismo literário, embasado no ideal do “bom selvagem”, de Rousseau.

  • 7. 
    Amor é vida; é ter constantementeAlma, sentidos, coração – abertosAo grande, ao belo, é ser capaz d’extremos,D’altas virtudes, té capaz de crimes!Compreender o infinito, a imensidadeE a natureza e Deus; gostar dos campos,D’aves, flores,murmúrios solitários;Buscar tristeza, a soledade, o ermo,E ter o coração em riso e festa;E à branda festa, ao riso da nossa almafontes de pranto intercalar sem custo;Conhecer o prazer e a desventuraNo mesmo tempo, e ser no mesmo pontoO ditoso, o misérrimo dos entes;Isso é amor, e desse amor se morre!Nesse fragmento de poema de Gonçalves Dias, o tema romântico que não está presente é
    • A. 

      O prazer da solidão

    • B. 

      O sentimento amoroso

    • C. 

      O nacionalismo exarcebado

    • D. 

      A aproximação à natureza

    • E. 

      A religiosidade afetiva

  • 8. 
    O Romantismo foi um movimento marcado pelo individualismo e pelo egocentrismo. Com freqüência, o destino da grandeza individual dos escritores românticos era o distanciamento pessoal da vida em sociedade, através da solidão voluntária.Considerando esse aspecto, leia o poema de Castro Alves e analise as questões a seguir.(há mais de uma correta) O livro e a AméricaOh! Bendito o que semeiaLivros, livros à mão cheia...E manda o povo pensar...O livro caindo n’almaÉ germe – que faz a palma,É chuva – que faz o mar.(Castro Alves)
    • A. 

      Castro Alves supera o extremo individualismo dos poetas anteriores de sua geração, dando ao Romantismo um sentido social e revolucionário.

    • B. 

      Através do isolamento e da fuga à realidade, Castro Alves traduz o desinteresse dos poetas românticos pelo público leitor.

    • C. 

      Castro Alves não apenas realizou uma poesia humanitária, participando de toda a propaganda abolicionista e republicana, como celebrou a instrução.

    • D. 

      O poeta vê a leitura como um instrumento de libertação.

    • E. 

      A poesia de Castro Alves pertence ao Realismo, e não ao Romantismo.

  • 9. 
    A poesia Romântica desenvolveu-se em três gerações: Nacionalista ou Indianista, do Mal-do-século e Condoreira. O Indianismo de nossos poetas românticos é:
    • A. 

      Um meio de reconstruir o grave perigo que o índio representava durante a instalação da Capitania de São Vicente.

    • B. 

      Um meio de eternizar liricamente a aceitação, pelo índio, da nova civilização que se instalava.

    • C. 

      Uma forma de apresentar o índio como motivo estético; idealização com simpatia e piedade; exaltação de bravura, heroísmo e de todas as qualidades morais superiores.

    • D. 

      Uma forma de apresentar o índio em toda a usa realidade objetiva; o índio como elemento étnico da futura raça do Brasil.

    • E. 

      Um modelo francês seguido no Brasil; uma necessidade de exotismo que em nada difere do modelo europeu.

  • 10. 
    O trecho a seguir é parte do poema “Mocidade e morte”, do poeta romântico Castro Alves:Oh! eu quero viver, beber perfumesNa flor silvestre, que embalsama os ares;Ver minh'alma adejar pelo infinito,Qual branca vela n'amplidão dos mares.No seio da mulher há tanto aroma...Nos seus beijos de fogo há tanta vida...– Árabe errante, vou dormir à tardeÀ sombra fresca da palmeira erguida.Mas uma voz responde-me sombria:Terás o sono sob a lájea fria.ALVES, Castro. Os melhores poemas de Castro Alves. Seleção de Lêdo Ivo. São Paulo: Global, 1983.Esse poema, como o próprio título sugere, aborda o inconformismo do poeta com a antevisão da morte prematura, ainda na juventude.A imagem da morte aparece na palavra
    • A. 

      Embalsama.

    • B. 

      Infinito.

    • C. 

      Amplidão.

    • D. 

      Dormir.

    • E. 

      Sono.

Back to Top Back to top