Prova Engenharia De Software

27 Questions | Total Attempts: 58

SettingsSettingsSettings
Please wait...
Prova Engenharia De Software


Questions and Answers
  • 1. 
    Os modelos ágeis de desenvolvimento NÃO
    • A. 

      Reconhecem que modificações representam um risco e rejeitam aquelas em estágios avançados do desenvolvimento, próximos da entrega da versão final.      

    • B. 

      Ressaltam a importância de equipes auto-organizadas, que têm controle sobre o trabalho que executam, encorajando estruturas e ações que tornam a comunicação mais fácil.

    • C. 

      Enfatizam a entrega rápida de software que satisfaça o cliente e o adotam como parte da equipe para eliminar a distância entre “nós e eles”.

    • D. 

      Satisfazem os princípios do Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software, inclusive a simplicidade.

    • E. 

      Acreditam que a entrega de software funcionando com frequência, a cada 2 semanas até 2 meses, é a principal medida de progresso do desenvolvimento.

  • 2. 
    Assinale a alternativa que não apresenta características dos métodos ágeis de desenvolvimento de software:
    • A. 

      Entregas parciais do sistema em períodos curtos, que duram de semanas a meses, com preferência para intervalos de tempo menores.

    • B. 

      Atribuição dos requisitos de maior complexidade funcional e não funcional nas primeiras interações com os clientes, de forma a priorizar os aspectos críticos do sistema.

    • C. 

      Quantidade de código executável considerada a medida mais importante do progresso do desenvolvimento de um software.

    • D. 

      Mudanças nos requisitos, mesmo quando ocorrem próximas ao final do desenvolvimento.

    • E. 

      Processos de desenvolvimento e recursos tecnológicos disponíveis considerados mais importantes do que as interações entre os membros das equipes.

  • 3. 
    Assinale a alternativa correta em relação a metodologia XP – eXtreme Programming.
    • A. 

      O código é integrado e testado depois de alguns dias e, no máximo, até o final da semana.

    • B. 

      A codificação é feita em grupos de programadores (no mínimo 3 integrantes), preferencialmente num único computador.

    • C. 

      As equipes de desenvolvimento estabelecem suas próprias regras, mas uma equipe não pode adotar as regras de outra equipe.

    • D. 

      Releases quando muito complexos, o primeiro a fazer é não deixar de fora, os requisitos de negócio, de menor valor para o cliente.

    • E. 

      Módulos não são propriedade de nenhum desenvolvedor; todo desenvolvedor da equipe tem o direito de checar um módulo e modificá-lo.

  • 4. 
    O código do projeto pertence a todos os membros da equipe. Isto significa que qualquer pessoa que percebe que pode adicionar valor ao código, mesmo que ele próprio não o tenha desenvolvido, pode fazê-lo, desde que faça os testes necessários e não prejudique as funcionalidades atuais. Isto é possível porque todos são responsáveis pelo software. Caso um membro da equipe deixe o projeto antes do fim, a equipe consegue continuar o projeto sem grandes dificuldades, pois todos conhecem todas as partes do software, mesmo que não seja de forma detalhada. Esta prática é:
    • A. 

      Parte dos princípios do Manifesto Ágil e é incorporada por todas as metodologias ágeis.

    • B. 

      Denominada propriedade coletiva e faz parte da XP.

    • C. 

      Uma das bases do empirismo e foi incorporada pela metodologia ágil Scrum.

    • D. 

      Denominada abordagem incremental e faz parte das práticas tanto do Scrum como da XP.

    • E. 

      A principal característica das metodologias tradicionais de desenvolvimento, como o modelo cascata, e é rejeitada pelas metodologias ágeis

  • 5. 
    Que situação favorece a escolha do uso de XP para um projeto de desenvolvimento de software, em oposição à escolha do RUP ou do modelo Cascata?
    • A. 

      Equipe do projeto localizada em diferentes cidades e com poucos recursos de colaboração.

    • B. 

      Equipe do projeto formada por pessoas com alto grau de competitividade.

    • C. 

      Cliente do projeto trabalhando em parceria com a equipe do projeto e sempre disponível para retirar dúvidas.

    • D. 

      Requisitos do software com pequena probabilidade de mudanças.

    • E. 

      Presença de um processo organizacional que exige a elaboração de vários documentos específicos para cada projeto.

  • 6. 
    Na engenharia de software, um processo iterativo denominado sprint, que segue o ciclo PDCA (Planejar, Fazer, Checar, Agir) para entregar, num período de até 30 dias aproximadamente, um incremento do software pronto, caracterizado pela metodologia ágil com foco no gerenciamento. De qual metodologia ágil estamos descrevendo? [Blank]
  • 7. 
    Na engenharia de software, um processo iterativo denominado sprint, que segue o ciclo PDCA (Planejar, Fazer, Checar, Agir) para entregar, num período de até 30 dias aproximadamente, um incremento do software pronto, caracterizado pela metodologia ágil com foco no desenvolvimento de desenho simples e equipe coesa onde todos tem as mesmas funções com especialidades técnicas diferentes. De qual metodologia ágil estamos descrevendo? [Blank]
  • 8. 
    Uma das características da metodologia ágil Scrum é :
    • A. 

      Focar nas práticas de engenharia.

    • B. 

      Focar na documentação formal do software.

    • C. 

      Ser um método iterativo e incremental.

    • D. 

      Exigir o planejamento do projeto, de acordo com as práticas do PMBOK

    • E. 

      Não exigir interação com o cliente.

  • 9. 
    Sobre as metodologias ágeis XP e Scrum, é correto afirmar que:
    • A. 

      No XP, as unidades de trabalho necessárias para satisfazer todos os requisitos que precisam ser cumpridos durante o projeto são conhecidas como sprints.

    • B. 

      No Scrum, testes e documentação são realizados apenas quando o produto de software é finalizado.

    • C. 

      No Scrum, pequenas equipes de trabalho são organizadas de modo a maximizar a comunicação, minimizar a supervisão e maximizar o compartilhamento de conhecimento tácito informal.

    • D. 

      No XP, as histórias que descrevem as características e funcionalidades requeridas para o software a ser construído são chamadas de pseudo-histórias.

    • E. 

      O XP usa uma abordagem estruturada como seu paradigma de desenvolvimento predileto.

  • 10. 
    Sobre as metodologias ágeis XP e Scrum, analise as afirmações a seguir:
    1. A metodologia SCRUM tem princípios semelhantes ao XP em relação as equipes pequenas e requisitos instáveis ou desconhecidos.
    2. A metodologia SCRUM possui um mecanismo de informação de status atualizado continuamente e a divisão de tarefas é explícita, diferente da XP.
    3. SCRUM e XP são complementares pois Scrum promove práticas de integradas de engenharia de software, enquanto que XP promove práticas gerenciamento.
    Está (ão) correta(s) as afirmações:
    • A. 

      I apenas.

    • B. 

      II apenas.

    • C. 

      III apenas.

    • D. 

      I e II.

    • E. 

      II e III.

  • 11. 
    Acerca dos processos XP e Scrum avalie as afirmativas a seguir:
    1. XP é uma metodologia ágil para equipes de tamanho pequeno ou médio desenvolverem software com requisitos vagos ou que mudem rapidamente. Seus valores são comunicação, simplicidade, feedback e coragem.
    2. O Scrum foi criado para gerenciamento de projetos de fabricação de automóveis e produtos de consumo. Sua popularização no desenvolvimento de software ocorreu em 1995 após a formalização de sua definição, feita por Ken Schwaber.
    3. No XP os requisitos do projeto são organizados em uma lista de tarefas, chamada de product backlog, em ordem decrescente de prioridade. Assinale:
    • A. 

      Se somente a afirmativa I estiver correta.

    • B. 

      Se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

    • C. 

      Se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.

    • D. 

      Se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

  • 12. 
    As organizações têm optado cada vez mais por utilizar no processo de desenvolvimento de sistemas um conjunto de metodologias que valorizam mais: − as pessoas e interações do que os processos e ferramentas; − o software funcionando do que a documentação compreensível; − a colaboração do usuário do que negociações de contratos; − respostas rápidas às mudanças do que planos previamente definidos. Estes princípios são adotados pelas metodologias
    • A. 

      Clássicas.

    • B. 

      Prescritivas

    • C. 

      Orientadas a objetos.

    • D. 

       ágeis

    • E. 

      Cascata

  • 13. 
    Sobre metodologias de desenvolvimento de sistemas em Engenharia de software: I.- Métodos ágeis focam em simplicidade, software funcional no início das iterações, flexibilidade e intensa comunicação tanto internamente quanto com clientes. II.- Desenvolvimento incremental é uma estratégia de planejamento estagiado em que várias partes do sistema são desenvolvidas em paralelo, e integradas quando completas, enquanto que o desenvolvimento iterativo é uma estratégia de planejamento de retrabalho em que o tempo de revisão e melhorias de partes do sistema é pré-definido. III.- Princípios que regem as metodologias ágeis: Pessoas e interações, ao contrário de processos e ferramentas; Documentação extensa ao invés do sistema em funcionamento; Colaboração do cliente, ao contrário de constantes negociações de contratos; Respostas rápidas para as mudanças, ao contrário de seguir planos previamente definidos. Conforme seus conhecimentos, Está(ão)correta(s):
    • A. 

      Apenas I e II.

    • B. 

      Apenas I e III.

    • C. 

      Apenas III.

    • D. 

      Todas corretas.

    • E. 

      Nenhuma.

  • 14. 
    São princípios dos métodos ágeis:
    • A. 

      Aceitação de mudanças e maior ênfase nos processos em detrimento das pessoas.

    • B. 

      Rejeição de mudanças e envolvimento dos clientes.

    • C. 

      Foco na simplicidade e maximização da documentação formal

    • D. 

      Entrega contínua ao usuário e maior ênfase nas pessoas em detrimento dos processos

    • E. 

      Maximização da documentação formal e envolvimento dos clientes.

  • 15. 
    Um técnico de TI está utilizando a Análise de Pontos de Função − APF para determinar o tamanho de um software e, na etapa de contagem das funções de dados, está levantando os Arquivos Lógicos Internos − ALI. Nesse levantamento, classifica-se corretamente como ALI os
    • A. 

      Arquivos temporários ou várias interações adicionais de um mesmo arquivo.

    • B. 

      Dados introduzidos devido à tecnologia, que não são informações de negócio, como arquivos de configuração.

    • C. 

      Dados de arquivos mantidos por outra aplicação e somente referenciados.

    • D. 

      Arquivos de visualização eventual, os quais contêm dados extraídos de outros arquivos.

    • E. 

      Dados de negócio ou de controle da aplicação mantidos e processados por suas transações.

  • 16. 
    Análise de Pontos de Função − APF é uma técnica para medir o tamanho funcional de um software cujo processo de medição envolve diversas etapas, dentre elas, a medição das funções de dados, que envolvem as funcionalidades fornecidas pelo sistema ao usuário para atender a suas necessidades de armazenamento de dados. Dentre as funções de dados estão
    • A. 

      Os Arquivos Lógicos Internos − ALI.

    • B. 

      As Saídas Externas − SE.

    • C. 

      As Entradas Externas − EE.

    • D. 

      Os Arquivos de Interface Externa − AIE.

    • E. 

      As Consultas Externas − CE.

  • 17. 
    Análise de Pontos de Função − APF é uma técnica para medir o tamanho funcional de um software cujo processo de medição envolve diversas etapas, exceto:
    • A. 

      Os Arquivos de Ponto de Controle − APC.

    • B. 

      As Saídas Externas − SE.

    • C. 

      As Entradas Externas − EE.

    • D. 

      Os Arquivos de Interface Externa − AIE.

    • E. 

      As Consultas Externas − CE.

  • 18. 
    A respeito de qualidade de software e suas métricas, assinale a opção correta.
    • A. 

      O número de funções ou métodos que constam em um programa pode ser avaliado pela métrica de software fan-in / fan-out.

    • B. 

      A métrica de complexidade ciclomática é uma medida de software usada para indicar a complexidade de um programa.

    • C. 

      A medida do número de caracteres em um programa é uma métrica do tipo fog index.

    • D. 

      A métrica de comprimento total faz referência ao número de linhas no código que se considera inversamente proporcional ao índice de erro que o código pode apresentar.

    • E. 

      A métrica de profundidade de condições aninhadas é a que permite uma melhor compreensão do código.

  • 19. 
    A respeito dos objectivos principais das Métricas, assinale a opção incorreta.
    • A. 

      Atender exclusivamente os interesses do cliente

    • B. 

      Definem requisitos de qualidade

    • C. 

      Medem e melhoram a qualidade de produtos intermediários

    • D. 

      Controlam a qualidade do produto

    • E. 

      Permitem tomar decisões quanto a aceitação ou não do produto

  • 20. 
    Assinale a opção correta acerca de métricas de qualidade de software.
    • A. 

      O uso de números ou frequências de elementos que compõem o software e que aparecem, por exemplo, em gráficos de controle ou na transição de estados, é feito por medições com métricas externas.

    • B. 

      A confiabilidade somente pode ser medida por meio de métrica externa.

    • C. 

      A recuperabilidade somente pode ser medida mediante métrica interna.

    • D. 

      Métricas internas podem ser aplicadas a um produto de software não executável, como, por exemplo, uma especificação ou código fonte.

    • E. 

      Métricas internas medem atributos internos e não podem ser indicadoras de atributos externos, que são medidos por meio de métricas de comportamentos.

  • 21. 
    Sobre as Métricas de software, segundo Somerville, é correto afirmar que:
    • A. 

      Servem para medir a produtividade da equipe e indicar a qualidade do produto.

    • B. 

      Determinam quando uma mudança ocorreu no projeto de software.

    • C. 

      Servem para atestar a soma total de todos os produtos do projeto e seus requerimentos.

    • D. 

      Representam o trabalho que deve ser feito para fornecer o produto/serviço conforme acordado.

    • E. 

      Servem para dividir as principais entregas do projeto em componentes menores.

  • 22. 
    Assinale a opção correta, acerca de métricas de qualidade de software.
    • A. 

      As métricas do processo de desenvolvimento tratam aspectos puramente não funcionais do software.

    • B. 

      As métricas de projeto de interface indicam a qualidade do módulo por meio de medidas indiretas de coesão, acoplamento e complexidade.

    • C. 

      As métricas para testes e manutenção focalizam o processo, e não as características técnicas.

    • D. 

      O valor de uma métrica é indicação qualitativa de propriedade de algum item do software.

    • E. 

      )É fundamental que, em uma organização ou um projeto de desenvolvimento de software, se lance mão da maior quantidade de métricas possíveis.

  • 23. 
    .Em relação às métricas de projeto, das opções abaixo, aquela que NÃO é um indicador de projeto é:
    • A. 

      Acompanhar riscos potenciais;

    • B. 

      Ajustar fluxo de trabalho ou tarefas;

    • C. 

      Avaliar o status de um projeto em andamento;

    • D. 

      Avaliar a capacidade da equipe de projeto de controlar a qualidade dos produtos do trabalho de software;

    • E. 

      Descobrir áreas-problema depois de se tornarem críticas.

  • 24. 
    As medições e as métricas ajudam a entender tanto o processo usado para desenvolver um projeto de software como o próprio software. O processo é medido a fim de melhorá-lo, ao passo que o software é medido com o objetivo de aumentar sua qualidade. Na engenharia de software são exemplos de medidas diretas de processo:
    • A. 

      Linhas de código produzidas e velocidade de execução do software;

    • B. 

      Complexidade e confiabilidade do software;

    • C. 

      Quantidade de funcionalidades e defeitos do software registrados ao longo de certo espaço de tempo;

    • D. 

      Custo e esforço exigido para construção do software;

    • E. 

      Manutenibilidade e qualidade do software.

  • 25. 
    De acordo com as Métricas de Software, a Análise de Pontos de Função é uma técnica de medição das funcionalidade fornecida por um software sob o ponto de vista
    • A. 

      Do Gerente do Projeto.

    • B. 

      Dos Usuários.

    • C. 

      Do Programador.

    • D. 

      Do Analista de Sistema.

    • E. 

      Do Engenheiro de Software.

Back to Top Back to top