Simulado - Enfermagem

20 Questes  I  By Sames on October 19, 2010
Teste seus conhecimentos através do quiz abaixo. Ele inclui todas as questões objetivas da última prova do Enade para o curso de Enfermagem. Ao final será exibido o resultado.

  
Changes are done, please start the quiz.


Question Excerpt

Removing question excerpt is a premium feature

Upgrade and get a lot more done!
1.  Questão 1 (formação geral) Cidadezinha qualquer Casas entre bananeiras mulheres entre laranjeiras pomar amor cantar. Um homem vai devagar. Um cachorro vai devagar. Um burro vai devagar. Devagar... as janelas olham. Eta vida besta, meu Deus. ANDRADE, Carlos Drummond de. Alguma poesia. In: Poesia completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2002, p. 23. Cidadezinha cheia de graça... Tão pequenina que até causa dó! Com seus burricos a pastar na praça... Sua igrejinha de uma torre só... Nuvens que venham, nuvens e asas, Não param nunca nem num segundo... E fica a torre, sobre as velhas casas, Fica cismando como é vasto o mundo!... Eu que de longe venho perdido, Sem pouso fixo (a triste sina!) Ah, quem me dera ter lá nascido! Lá toda a vida poder morar! Cidadezinha... Tão pequenina Que toda cabe num só olhar... QUINTANA, Mário. A rua dos cataventos In: Poesia completa. Org. Tânia Franco Carvalhal. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2006, p. 107. Ao se escolher uma ilustração para esses poemas, qual das obras, abaixo, estaria de acordo com o tema neles dominante?
1.
2.
3.
4.
5.
2.  Questão 2 (formação geral)O alerta que a gravura acima pretende transmitir refere-se a uma situação que
1.
2.
3.
4.
5.
3.  Questão 3 (formação geral) Os ingredientes principais dos fertilizantes agrícolas são nitrogênio, fósforo e potássio (os dois últimos sob a forma dos óxidos P2O5 e K2O, respectivamente). As percentagens das três substâncias estão geralmente presentes nos rótulos dos fertilizantes, sempre na ordem acima. Assim, um fertilizante que tem em seu rótulo a indicação 10−20−20 possui, em sua composição, 10% de nitrogênio, 20% de óxido de fósforo e 20% de óxido de potássio. Misturando-se 50 kg de um fertilizante 10−20−10 com 50 kg de um fertilizante 20−10−10, obtém-se um fertilizante cuja composição é
1.
2.
3.
4.
5.
4.  Questão 4 (formação geral) Os países em desenvolvimento fazem grandes esforços para promover a inclusão digital, ou seja, o acesso, por parte de seus cidadãos, às tecnologias da era da informação. Um dos indicadores empregados é o número de hosts, isto é, o número de computadores que estão conectados à Internet. A tabela e o gráfico abaixo mostram a evolução do número de hosts nos três países que lideram o setor na América do Sul.Dos três países, os que apresentaram, respectivamente, o maior e o menor crescimento percentual no número de hosts, no período 2003−2007, foram
1.
2.
3.
4.
5.
5.  Questão 5 (formação geral) Leia o esquema abaixo. 1 - Coleta de plantas nativas, animais silvestres, microorganismos e fungos da floresta Amazônica. 2 - Saída da mercadoria do país, por portos e aeroportos, camuflada na bagagem de pessoas que se disfarçam de turistas, pesquisadores ou religiosos. 3 - Venda dos produtos para laboratórios ou colecionadores que patenteiam as substâncias provenientes das plantas e dos animais. 4 - Ausência de patente sobre esses recursos, o que deixa as comunidades indígenas e as populações tradicionais sem os benefícios dos royalties. 5 - Prejuízo para o Brasil! Com base na análise das informações acima, uma campanha publicitária contra a prática do conjunto de ações apresentadas no esquema poderia utilizar a seguinte chamada:
1.
2.
3.
4.
5.
6.  Questão 6 (formação geral) Vamos supor que você recebeu de um amigo de infância e seu colega de escola um pedido, por escrito, vazado nos seguintes termos: “Venho mui respeitosamente solicitar-lhe o empréstimo do seu livro de Redação para Concurso, para fins de consulta escolar.” Essa solicitação em tudo se assemelha à atitude de uma pessoa que
1.
2.
3.
4.
5.
7.  Questão 7 (formação geral) Desnutrição entre crianças quilombolas “Cerca de três mil meninos e meninas com até 5 anos de idade, que vivem em 60 comunidades quilombolas em 22 Estados brasileiros, foram pesados e medidos. O objetivo era conhecer a situação nutricional dessas crianças.(...) De acordo com o estudo,11,6% dos meninos e meninas que vivem nessas comunidades estão mais baixos do que deveriam,considerando-se a sua idade, índice que mede a desnutrição. No Brasil, estima-se uma população de 2 milhões de quilombolas. A escolaridade materna influencia diretamente o índice de desnutrição. Segundo a pesquisa, 8,8% dos filhos de mães com mais de quatro anos de estudo estão desnutridos. Esse indicador sobe para 13,7% entre as crianças de mães com escolaridade menor que quatro anos. A condição econômica também é determinante. Entre as crianças que vivem em famílias da classe E (57,5% das avaliadas), a desnutrição chega a 15,6%; e cai para 5,6% no grupo que vive na classe D, na qual estão 33,4% do total das pesquisadas. Os resultados serão incorporados à política de nutrição do País. O Ministério de Desenvolvimento Social prevê ainda um estudo semelhante para as crianças indígenas.” BAVARESCO, Rafael. UNICEF/BRZ. Boletim, ano 3, n. 8, jun. 2007. O boletim da UNICEF mostra a relação da desnutrição com o nível de escolaridade materna e a condição econômica da família. Para resolver essa grave questão de subnutrição infantil, algumas iniciativas são propostas: I − distribuição de cestas básicas para as famílias com crianças em risco; II − programas de educação que atendam a crianças e também a jovens e adultos; III − hortas comunitárias, que ofereçam não só alimentação de qualidade, mas também renda para as famílias. Das iniciativas propostas, pode-se afirmar que
1.
2.
3.
4.
5.
8.  Questão 8 (formação geral) Entre 1508 e 1512, Michelangelo pintou o teto da Capela Sistina no Vaticano, um marco da civilização ocidental. Revolucionária, a obra chocou os mais conservadores, pela quantidade de corpos nus, possivelmente, resultado de seus secretos estudos de anatomia, uma vez que, no seu tempo, era necessária a autorização da Igreja para a dissecação de cadáveres. Recentemente, perceberam-se algumas peças anatômicas camufladas entre as cenas que compõem o teto. Alguns pesquisadores conseguiram identificar uma grande quantidade de estruturas internas da anatomia humana, que teria sido a forma velada de como o artista “imortalizou a comunhão da arte com o conhecimento”. Uma das cenas mais conhecidas é “A criação de Adão”. Para esses pesquisadores ela representaria o cérebro num corte sagital, como se pode observar nas figuras a seguir.Considerando essa hipótese, uma ampliação interpretativa dessa obra-prima de Michelangelo expressaria
1.
2.
3.
4.
5.
9.  Questão 9 (formação geral) – Leia, com atenção, os textos a seguir.“Amo as árvores, as pedras, os passarinhos. Acho medonho que a gente esteja contribuindo para destruir essas coisas.” “Quando uma árvore é cortada, ela renasce em outro lugar. Quando eu morrer, quero ir para esse lugar, onde as árvores vivem em paz.” Antônio Carlos Jobim. JB Ecológico. Ano 4, no 41, jun. 2005, p.65. Desmatamento cai e tem baixa recorde O governo brasileiro estima que cerca de 9.600 km2 da floresta amazônica desapareceram entre agosto de 2006 e agosto de 2007, uma área equivalnte a cerca de 6,5 cidades de São Paulo. Se confirmada a estimativa, a partir de análise de imagens no ano que vem , será o menor desmatamento registrado em um ano desde o início do monitoramento, em 1998, representando uma redução de cerca de 30% no índice registrado entre 2005 e 2006. (…) Com a redução do desmatamento entre 2004 e 2006, “o Brasil deixou de emitir 410 milhões de toneladas de CO2 (gás do efeito estufa). Também evitou o corte de 600 milhões de árvores e a morte de 20 mil aves e 700 mil primatas. Essa emissão representa quase 15% da redução firmada pelos países desenvolvidos para o período 2008-2012, no Protocolo de Kyoto.” (…) “O Brasil é um dos poucos países do mundo que tem a oportunidade de implementar um plano que protege a biodiversidade e, ao mesmo tempo, reduz muito rapidamente seu processo de aquecimento global.” SELIGMAN, Felipe. Folha de S. Paulo – Editoria de Ciência, 11 ago. 2007 (Adaptado). Soja ameaça a tendência de queda, diz ONG Mesmo se dizendo otimista com a queda no desmatamento, Paulo Moutinho, do IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia), afirma que é preciso esperar a consolidação dessa tendência em 2008 para a “comemoração definitiva”. “Que caiu, caiu. Mas, com a recuperação nítida do preço das commodities, como a soja, é preciso ver se essa queda acentuada vai continuar”, disse o pesquisador à Folha. “O momento é de aprofundar o combate ao dematamento”, disse Paulo Adário, coordenador de campanha do Greenpeace. Só a queda dos preços e a ação da União não explicam o bom resultado atual, diz Moutinho. “Estados como Mato Grosso e Amazonas estão fazendo esforços particulares. e parece que a ficha dos produtores caiu. O dematamento, no médio prazo, acaba encarecendo os produtos deles.” GERAQUE, Eduardo. Folha de S. Paulo. Editoria de Ciência. 11 ago. 2007 (Adaptado). A partir da leitura dos textos motivadores, redija uma proposta, fundamentada em dois argumentos, sobre o seguinte tema: Em defesa do meio ambiente. Procure utilizar os conhecimentos adquiridos, ao longo de sua formação, sobre o tema proposto.
10.  Questão 10 (formação geral) – Sobre o papel desempenhado pela mídia nas sociedades de regime democrático, há várias tendências de avaliação com posições distintas. Vejamos duas delas: Posição I – A mídia é encarada como um mecanismo em que grupos ou classes dominantes são capazes de difundir idéias que promovem seus próprios interesses e que servem, assim, para manter o status quo. Desta forma, os contornos ideológicos da ordem hegemônica são fixados, e se reduzem os espaços de circulação de idéias alternativas e contestadoras. Posição II – A mídia vem cumprindo seu papel de guardiã da ética, protetora do decoro e do Estado de Direito. Assim, os órgãos midiáticos vêm prestando um grande serviço às sociedades, com neutralidade ideológica, com fidelidade à verdade factual, com espírito crítico e com fiscalização do poder onde quer que ele se manifeste. Leia o texto a seguir, sobre o papel da mídia nas sociedades democráticas da atualidade – exemplo do jornalismo. “Quando os jornalistas são questionados, eles respondem de fato: ‘nenhuma pressão é feita sobre mim, escrevo o que quero’. E isso é verdade. Apenas deveríamos acrescentar que, se eles assumissem posições contrárias às normas dominantes, não escreveriam mais seus editoriais. Não se trata de uma regra absoluta, é claro. Eu mesmo sou publicado na mídia norte-americana. Os Estados Unidos não são um país totalitário. (…) Com certo exagero, nos países totalitários, o Estado decide a linha a ser seguida e todos devem-se conformar. As sociedades democráticas funcionam de outra forma: a linha jamais é anunciada como tal; ela é subliminar. Realizamos, de certa forma, uma “lavagem cerebral em liberdade”. Na grande mídia, mesmo os debates mais apaixonados se situam na esfera dos parâmetros implicitamente consentidos – o que mantém na marginalidade muitos pontos de vista contrários.” Revista Le Monde Diplomatique Brasil, ago. 2007 – texto de entrevista com Noam Chomsky. Sobre o papel desempenhado pela mídia na atualidade, faça, em, no máximo, 6 linhas, o que se pede:
11.  Questão 11 (componente específico) Considere o gráfico, a tabela e as afirmações abaixo:I. melhorou em todas as regiões do país. O acesso da população a esse serviço, traduz-se na redução da incidência de doenças de transmissão hídrica e, conseqüentemente, em menor número de óbitos no componente tardio do CMI, que diminuiu de uma maneira geral em todo o país. II. aumentou 7% e 18%, respectivamente, nas regiões Norte e Sudeste. Na região Sudeste, o CMI passou de 57,7 para 22,2. Os dados sugerem que o acesso da população a esse serviço é um dos fatores que pode ser associado à queda do Coeficiente de Mortalidade Infantil. III. foi semelhante nas regiões Centro-Oeste e Nordeste, porém a queda da mortalidade infantil foi mais acentuada na região Nordeste. Os dados indicam que o acesso da população a esse serviço não interfere na mortalidade infantil. IV. foi menor na região Sul e maior nas regiões Norte e Nordeste, comparado com as outras regiões. Os dados revelam que o CMI está diretamente relacionado com o acesso da população a esse serviço, porque o Coeficiente decresceu nas três regiões. Com relação aos dados apresentados, está correto APENAS o que se afirma em
1.
2.
3.
4.
5.
12.  Questão 12 (componente específico)O gráfico apresenta a relação da variação do volume do parênquima pulmonar, segundo a variação da pressão transpulmonar, em dois grupos de pacientes, conforme descrito na legenda. Considerando o gráfico e a atual Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa, é correto afirmar que a alteração funcional e a porta de entrada da atenção à saúde do grupo de idosos são, respectivamente
1.
2.
3.
4.
5.
13.  Questão 13 (componente específico) Foi prescrita para uma criança 320 miligramas de Vancomicina®, via intravenosa, de 12/12 horas. Cada frasco-ampola contém 0,5 grama. Quais são os cuidados de enfermagem que devem ser considerados para garantir a administração segura dessa droga?
1.
2.
3.
4.
5.
14.  Questão 14 (componente específico) Mário, 40 anos, compareceu ao Pronto Socorro com queixa de cefaléia intensa e fotofobia. Na avaliação inicial, o enfermeiro mediu a pressão arterial utilizando um manguito com largura que correspondia a 40% da circunferência de seu braço e bolsa inflável de comprimento que envolvia 90% do braço. Durante a deflação do manguito o enfermeiro auscultou o primeiro som (Fase I de Korotkoff) no valor de 138 mmHg na escala do manômetro, porém os sons persistiram até o zero, com abafamento no valor de 88 mmHg. Considerando as circunstâncias descritas e as observações realizadas, qual o registro correto relacionado com os valores da pressão arterial?
1.
2.
3.
4.
5.
15.  Questão 15 (componente específico) Ana, 55 anos, após herniorrafia inguinal, ficou cerca de 12 horas sem urinar e começou a apresentar eliminação freqüente de pequena quantidade de urina, além de bexiga palpável e sensação de desconforto em abdome inferior. Considerando esse quadro clínico, a enfermeira da unidade cirúrgica prescreve: I. Favorecer a micção, permitindo a paciente urinar sentada. II. Estimular a micção por meio do barulho, visão da água corrente e irrigação do períneo com água morna. III. Realizar cateterização vesical de alívio. IV. Manter uso contínuo de fralda. No caso de Ana, a prescrição contida no item
1.
2.
3.
4.
5.
16.  Questão 16 (componente específico) Considere os fragmentos do discurso de um paciente: "... a caminho do centro cirúrgico, a maca atravessa corredores gelados, porém o frio dentro de mim não tem a ver com a temperatura do dia. Entre o apartamento e a mesa de operação tenho um longo caminho... Luto contra cada instante, tenho que chegar intacto à mesa. Preciso vencer alguns metros de corredores. Conto a possibilidade de vida por metros. Não sinto dor, indisposição, náuseas, eu poderia ter caminhado, ir batendo um papo...". (Brandão apud Jouclas et al, 1998, p. 46) Essa narrativa revela a assistência em grande parte dos hospitais no país. Mas, existem iniciativas no âmbito da assistência humanizada que preconizam: I. Práticas mais flexíveis que atendam às necessidades dos pacientes, possibilitando, por exemplo, que caminhem até o centro cirúrgico. II. Valorização da dimensão subjetiva da assistência, como o conforto, o acolhimento e a escuta empática, possibilitando, por exemplo, várias opções de transporte. III. Priorização do cuidado interativo, da energia criativa, emocional e intuitiva, envolvendo, por exemplo, a inclusão da família no acompanhamento até a sala cirúrgica, desconsiderando aspectos técnicos e científicos. IV. Articulação do cuidado técnico e científico, constituído pela enfermagem, com o cuidado ético e relacional efetivo, explicando ao paciente os motivos da obrigatoriedade desse tipo de transporte. Considerando a assistência humanizada, está correto APENAS o que se afirma em
1.
2.
3.
4.
5.
17.  Questão 17 (componente específico) Na reunião da Liga de Diabetes, a discussão deste mês foi sobre o caso de Paulo, de 18 anos. Ele apresenta diabetes mellitus tipo 1 e faz tratamento com o esquema insulina NPH + insulina ultra-rápida pré-prandial. Foi orientado a realizar automonitorização da glicemia antes de cada refeição e ajustar a dose da insulina ultra-rápida, conforme o valor da glicemia observado. Em consulta de retorno, os resultados dos exames e as informações de Paulo indicaram que os objetivos do tratamento foram alcançados, porém ele se queixou que está "cansado da rigidez no controle da glicemia e de tantas picadas diárias". Frente ao relato, os alunos de graduação em enfermagem sugeriram as seguintes intervenções: I. Confrontar o resultado da hemoglobina glicada com os resultados da glicemia pré-prandial a fim de certificar-se da adesão de Paulo ao controle orientado. II. Substituir a automonitorização da glicemia por testes de glicosúria antes das refeições. III. Manter a automonitorização domiciliar das glicemias como uma parte fundamental no tratamento. IV. Analisar, conjuntamente com Paulo, seu esquema de alimentação, exercícios e medicação, visando a estabelecer uma forma alternativa de automonitorização domiciliar das glicemias. Estão corretas APENAS as intervenções
1.
2.
3.
4.
5.
18.  Questão 18 (componente específico) Sara, 42 anos, foi submetida à craniotomia para clipagem de aneurisma cerebelar esquerdo. Após a cirurgia, os sinais vitais estavam estáveis e ela se recuperava bem da anestesia geral. No quarto dia, Sara apresentou um quadro de cefaléia, confusão e perda de força em mão direita. Seu nível de consciência deteriorou de forma acentuada e ela foi intubada e encaminhada à unidade de cuidados intensivos. No momento encontra-se em ventilação mecânica, em jejum, SNG aberta, sonda vesical e cateter central. Dentre as intervenções de enfermagem, qual é a indicada para Sara?
1.
2.
3.
4.
5.
19.  Questão 19 (componente específico) A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher apresenta objetivos, metas, ações e estratégias para atingir os princípios de humanização e de qualidade da atenção. Dentre outros, pode-se citar: "a capacitação técnica dos profissionais de saúde e funcionários dos serviços envolvidos nas ações de saúde para uso da tecnologia adequada, acolhimento humanizado e práticas educativas voltadas à usuária e à comunidade" (Brasil, 2004). É relevante para essa capacitação considerar que: I. a redução da morbi-mortalidade pelo câncer de mama requer do enfermeiro domínio da técnica do exame clínico e conhecimentos para incentivar a realização do auto-exame pelas mulheres; ação de eficácia cientificamente comprovada na prevenção primária da doença. II. a vulnerabilidade para o câncer de colo de útero pode ser representada pela falta de conhecimento, portanto, não basta ao enfermeiro incrementar a oferta de colpocitologia oncótica na rede básica, é preciso sensibilizar e mobilizar a população feminina para a prática do autocuidado e do sexo seguro. III. a assistência em planejamento familiar demanda fornecimento de anticoncepcionais e acompanhamento das usuárias, além de promoção de ações de educação em saúde e aconselhamento sobre concepção e anticoncepção, visando à escolha livre e informada das opções disponíveis tanto para os homens quanto para as mulheres. IV. a redução da vulnerabilidade aos agravos à saúde sexual e reprodutiva das adolescentes requer desenvolvimento de ações educativas que abordem a sexualidade na perspectiva de gênero, classe e diferença social, de modo que a informação resulte em comportamento adolescente socialmente desejável. Está correto APENAS o que se afirma em
1.
2.
3.
4.
5.
20.  Questão 20 (componente específico) Paula, 16 anos, iniciou o atendimento pré-natal na Unidade Básica de Saúde (UBS) após teste de gravidez positivo. Depois de algum tempo, a agente comunitária, responsável pela área em que se situa a residência de Paula, procurou a enfermeira da UBS dizendo que a adolescente "não havia realizado nenhum dos exames solicitados; tinha tentado interromper a gestação e, apesar de não estar passando bem, não procurou o hospital por medo de ser presa." A enfermeira, então, decidiu realizar visita domiciliar, encontrando a gestante descorada, sem perdas vaginais, com epistaxe e sangramento gengival, ambos de moderada intensidade. Para a assistência à adolescente, a enfermeira corretamente suspeita de
1.
2.
3.
4.
5.
Back to top


to post comments.

Removing ad is a premium feature

Upgrade and get a lot more done!