Roteiro De Estudo - Epidemiologia II

20 Questűes | Total Attempts: 164

SettingsSettingsSettings
Please wait...
Roteiro De Estudo - Epidemiologia II

Roteiro de estudo elaborado pelos monitores da disciplina de Epidemiologia II (DSC0301) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN):  Candice Alves Esmeraldo, Filipe Marinho P da Camara, João Victor de Sousa Cabral, Lívia de Andrade Freire, Luciana Araújo de Medeiros, Marcelo Gallo, Mariela Samantha de Carvalho Costa e Victor Oliveira e Costa , sob a orienta√ßão da Professora Dra. Grasiela Piuvezam.


Questions and Answers
  • 1. 
    Qual das alternativas contém o conceito de “Inferência estatística”?
    • A. 

      √Č o processo de extrair conclus√Ķes de uma amostra independente da popula√ß√£o em estudo.

    • B. 

      √Č o processo de extrair conclus√Ķes de uma popula√ß√£o inteira ap√≥s realizar entrevista com todos.

    • C. 

      √Č o processo de extrair conclus√Ķes de uma popula√ß√£o inteira com base na informa√ß√£o de uma amostra.

    • D. 

      √Č o processo de extrair conclus√Ķes de uma popula√ß√£o com base em uma popula√ß√£o de outro estado.

  • 2. 
    Em relação à utilização de ferramentas na Medicina Baseada em Evidência: I) A evidência é soberana em relação à experiência clínica II) Quanto mais alta é a sensibilidade de um método diagnóstico, maior é o valor preditivo negativo III) A evidência deve ser associada à experiência clínica para uma boa prática clínica IV) Um método diagnóstico com alta especificidade deve ser utilizado para triagem de pacientes suspeitos Marque a alternativa que representa as opções verdadeiras:
    • A. 

      I, II

    • B. 

      II, III

    • C. 

      II

    • D. 

      III

    • E. 

      III, IV

  • 3. 
    Em relação ao processo de análise de dados epidemiológicos, todos os itens abaixo são critérios de causalidade segundo Bradford Hill, exceto:
    • A. 

      Efeito dose-resposta

    • B. 

      Identificação do agente etiológico

    • C. 

      Sequência cronológica

    • D. 

      Consistência da associação

    • E. 

      Intensidade da associação

  • 4. 
    A validade interna de um estudo tem a ver com:
    • A. 

      A verdade dos resultados obtidos no estudo

    • B. 

      A ausência de variação aleatória

    • C. 

      O controle do erro sistem√°tico

    • D. 

      A capacidade de aplicar os resultados do estudo a outros pacientes

    • E. 

      A extensão do intercalo de confiança

  • 5. 
    A Medicina Baseada em evidências pode ser definida como o uso consciente, explícito e judicioso das melhores evidências atuais disponíveis para a tomada de decisão acerca dos cuidados clínicos dos pacientes individuais. Acerca do tema, marque a alternativa correta:
    • A. 

      A experi√™ncia m√©dica pessoal se sobrep√Ķe √†s evid√™ncias externas.

    • B. 

      O objetivo da MBE √© dar seguran√ßa √†s decis√Ķes m√©dicas, com o m√°ximo de benef√≠cio com o m√≠nimo de risco poss√≠vel.

    • C. 

      Sua aplicação se restringe meramente ao meio acadêmico.

    • D. 

      O principal objetivo da MBE é a redução dos custos da assistência médica.

  • 6. 
    Os manuais de Medicina Baseada em Evidências hierarquizam os diferentes tipos de estudos. EM ORDEM CRESCENTE DE EVIDÊNCIA, ESTES ESTUDOS SÃO:
    • A. 

      Metanálises de ensaios clínicos, ensaios clínicos aleatorizados, estudos de coorte, estudos caso-controle, estudos transversais, estudos ecológicos e estudos de casos.

    • B. 

      Estudos de casos, estudos transversais, estudos caso-controle, estudos ecológicos, estudos de coorte, metanálises de ensaios clínicos e ensaios clínicos aleatorizados.

    • C. 

      Ensaios clínicos aleatorizados, metanálises de ensaios clínicos, estudos de coorte, estudos caso-controle, estudos transversais, estudos ecológicos e estudos de casos.

    • D. 

      Estudos de casos, estudos ecológicos, estudos transversais, estudos caso-controle, estudos de coorte, ensaios clínicos aleatorizados e metanálises de ensaios clínicos.

  • 7. 
    Observe os seguintes critérios. I. Ter valor preditivo positivo baixo. II. Ser sensível o suficiente para detectar a doença no período assintomático. III. Ser aceitável pelos pacientes e clínicos. IV. Ser específico o suficiente para reduzir o número de falso positivos. Para o rastreamento de doenças, um teste necessita preencher os critérios essenciais, que estão presentes
    • A. 

      Nos itens II, III e IV.

    • B. 

      nos itens I, II e III.

    • C. 

      Apenas nos itens II e IV.

    • D. 

      Apenas nos itens I e III.

  • 8. 
    Testes de compatibilidade sanguínea são realizados obrigatoriamente nos hospitais e por outros serviços que realizam transfusões. Além desses testes, outros são realizados anteriormente, para que sejam evitadas doenças transmissíveis por via sanguínea. Assim, é de interesse que esses testes sejam:
    • A. 

      Específicos, para que o doador de sangue inicie os controles e o tratamento.

    • B. 

      Espec√≠ficos e sens√≠veis garantindo a n√£o transmiss√£o de doen√ßas e evitando a ‚Äújanela imunol√≥gica‚ÄĚ.

    • C. 

      Sensíveis, ainda que deem resultados falso-positivos.

    • D. 

      Sens√≠veis, afastando o doador para doa√ß√Ķes posteriores, evitando transmiss√£o da doen√ßa detectada.

    • E. 

      Sensíveis para diagnosticar precisamente as doenças.

  • 9. 
    Estudos de confiabilidade para testes diagnósticos assentam-se na sensibilidade, na especificidade e no valor preditivo dos testes. Sobre estes indicadores, assinale a afirmativa ERRADA:
    • A. 

      A) A especificidade corresponde à probabilidade do resultado de um teste ser negativo, caso não exista a doença

    • B. 

      B) A sensibilidade corresponde à probabilidade do resultado de um teste ser positivo, caso exista a doença.

    • C. 

      C) O valor preditivo positivo corresponde à probabilidade de que uma pessoa com um resultado positivo em um exame diagnóstico tenha a doença correspondente

    • D. 

      Os valores preditivos, positivo e negativo, dependem exclusivamente da sensibilidade do exame sob avaliação

  • 10. 
    O exame para diagnóstico da infecção pelo vírus HIV é feito pela sorologia, onde se mede a presença de anticorpos contra os principais antígenos virais. Tendo alta sensibilidade e um baixo custo, o ELISA anti-HIV é considerado um teste de triagem de escolha para a infecção pelo vírus. Contudo, após sua realização ainda é necessária outros dois testes confirmatórios: o teste de Imunoflorescência Indireta e o Western-Blot. Assinale a alternativa que explicite uma explicação possível para que o ELISA não seja um teste absoluto para a confirmação diagnóstica:
    • A. 

      Os testes confirmat√≥rios s√£o necess√°rios porque o ELISA possui um valor preditivo positivo baixo, ocorrendo ent√£o um n√ļmero consider√°vel de falso-negativos

    • B. 

      Os testes confirmat√≥rios s√£o necess√°rios porque o ELISA possui uma especificidade baixa, ocorrendo ent√£o um n√ļmero consider√°vel de falso-positivos

    • C. 

      Os testes confirmat√≥rios s√£o necess√°rios porque o ELISA possui uma sensibilidade alta, ocorrendo ent√£o um n√ļmero consider√°vel de falso-negativos

    • D. 

      Os testes confirmat√≥rios s√£o necess√°rios porque o ELISA possui uma especificidade alta, ocorrendo ent√£o um n√ļmero consider√°vel de falso-negativos

    • E. 

      Os testes confirmat√≥rios s√£o necess√°rios porque o ELISA possui um valor preditivo negativo baixo, ocorrendo ent√£o um n√ļmero consider√°vel de falso-positivos

  • 11. 
    Um teste para uma doença crônica degenerativa mostrou-se positivo em 347 dos 390 indivíduos que realmente tinham a doença. Aplicando-se o teste em 767 indivíduos, que sabidamente não tinham a doença, ele foi positivo em 27. Considerando estes dados, é correto:
    • A. 

      O valor preditivo positivo do teste foi de 0,70 e a especificidade foi de 0,80

    • B. 

      A sensibilidade do teste foi de 0,96 e a especificidade foi de 0,96

    • C. 

      A especificidade foi de 0,96 e o valor preditivo negativo do teste foi de 0,94

    • D. 

      A acur√°cia foi de 0,50 e a sensibilidade do teste foi de 0,96

    • E. 

      A especificidade foi de 0.89 e a sensibilidade do teste foi de 0,96

  • 12. 
    O rastreio (screening) para o câncer de próstata na população assintomática é um dos assuntos mais controversos da medicina atual, de modo que várias instituições trazem recomendações diferentes quanto a sua realização. A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que pacientes homens sejam submetidos tanto a dosagem do PSA (antígeno prostático específico) como ao toque retal acima dos 40 anos de idade (caso haja história familiar de câncer de próstata) ou acima dos 45 (caso não haja), de modo que alteração em qualquer um dos dois parâmetros indica a realização de biópsia prostática. Além disso, também é indicativo de biópsia dados como uma velocidade de aumento do PSA ou uma relação PSA livre/total elevadas, os chamados “refinamentos do PSA”. Com base nisso, analise as afirmações: Marque as alternativas verdadeiras e deixe as falsas em branco.
    • A. 

      A bi√≥psia com an√°lise histopatol√≥gica √© considerada o exame padr√£o-ouro para o diagn√≥stico de todos os tipos de c√Ęncer

    • B. 

      A realização de testes em paralelo, como o toque retal e o PSA, aumenta a sensibilidade mas reduz a especificidade do diagnóstico

    • C. 

      O toque retal e a dosagem do PSA não podem ser considerados testes em paralelo uma vez que é necessário apenas um deles positivo para a realização de biópsia

    • D. 

      A dosagem inicial de PSA e a an√°lise dos seus ‚Äúrefinamentos‚ÄĚ podem ser considerados testes em s√©rie.

    • E. 

      Os ‚Äúrefinamentos do PSA‚ÄĚ foram criados como uma tentativa aumentar o valor preditivo da dosagem isolada de PSA

  • 13. 
    Um estudo mostra a comparação de duas curvas ROC (Receiving Operating Characteristic) para o diagnóstico de diabetes melito. Qual dos teses indicados você escolheria para usar na prática diária?
    • A. 

      O teste cuja curva seja mais próxima de 50%.

    • B. 

      O teste cuja curva mais se aproxime do canto superior direito.

    • C. 

      O teste cuja curva mais se aproxime da diagonal do gr√°fico.

    • D. 

      O teste cuja curva tenha sido construída levando-se em consideração quanto tempo cada indivíduo participou do estudo.

    • E. 

      O teste cuja √°rea em baixo da curva seja maior.

  • 14. 
    Em relação à razão da probabilidade (ou razão de verossimilhança), considere as assertivas abaixo: I.É uma forma alternatia de descrever o desempenho de um teste diagnóstico II.É utilizada para resumir os resultados de sensibilidade ou especificidade III.É definida como probabilidade de um determinado resultado de um teste diagnóstico em pessoas com a doença dividida pela probabilidade do resultado do teste em pessoas sem a doença. Quais são as corretas?
    • A. 

      Apenas I

    • B. 

      Apenas II

    • C. 

      Apenas III

    • D. 

      Apenas I e III

    • E. 

      I, II e III

  • 15. 
    A razão da probabilidade de um teste ser positivo em doente, contra a proabilidade de o mesmo teste ser positivo em não doente, define:
    • A. 

      Sensibilidade

    • B. 

      Razão de prevalências

    • C. 

      Valor preditivo de um teste positivo

    • D. 

      Raz√£o de falso-negativos

    • E. 

      Razão de verossimilhança de um teste positivo

  • 16. 
    Um médico analisa os dados de mortalidade da área de cobertura de sua Unidade Básida de SAúde e percebe que a trombose venosa profunda (TVP_ é responsável por grande porcentagem das mortes. Ele resolve fazer um programa para detectar o mais precocemente possível as pessoas que estavam apresentando essa doença. O programa vai se basear na aplicação de um teste diagnóstico. Qual principal característica que esse teste deve ter?
    • A. 

      Valor Preditivo Positivo Elevado

    • B. 

      Alta Sensibilidade

    • C. 

      Alta Especificidadade

    • D. 

      Valor preditivo negativo Elevado

    • E. 

      Força de associação causal Elevado

  • 17. 
    É desejável que um teste diagnóstico seja simultaneamente altamente sensível e altamente específico. Contudo, geralmente isso não é possível, havendo um contrabalanço entre sensibilidade e especificidade. A Especificidade do etste deve ser priorizada sobre a sensibilidade quando o objetivo do teste é realizar:O rastreamento de doadores de sangue
    • A. 

      O rastreamento de doadores de sangue

    • B. 

      O diagnóstico de sífilis na gestante

    • C. 

      O rastreamento de cancer do colo do √ļtero

    • D. 

      A seleção de pacientes que serão submetidos a um segundo teste

    • E. 

      A confirmação diagnóstica de uma doença letal e incurável

  • 18. 
    A escolha de um teste diagnóstico de uma doença considerada estigmatizante e cujo tratamento envolve o uso de drogas com intensos efeitos adversos deverá levar em consideração o seguinte parametro:
    • A. 

      Poucos falso-negativos

    • B. 

      Alta sensibilidade

    • C. 

      Alta Especificidade

    • D. 

      Baixa Sensibilidade

    • E. 

      Poucos verdadeiro-positivos

  • 19. 
    A probabilidade pós-teste positivo é igual a (ao)
    • A. 

      Sensibilidade

    • B. 

      Especificidade

    • C. 

      Valor preditivo Positivo

    • D. 

      Valor Preditivo Negativo

  • 20. 
    Você quer diagnosticar febre (temperatura igual ou superior a 37,8 graus) e está usando um termômetro que, por um defeito, sempre marca 37,8 graus ou mais, indicando corretamente as temperaturas acima desta. Assinale a alternativa correta:
    • A. 

      A sensibilidade deste term√īmetro √© zero e a especificidade tamb√©m √© zero.

    • B. 

      A sensibilidade deste term√īmetro √© de zero e a especificidade √© de 100%.

    • C. 

      A sensibilidade deste term√īmetro √© de 50% e a especificidade √© de 50%

    • D. 

      A sensibilidade deste term√īmetro e de 75% e a sensibilidade √© de 25%

    • E. 

      A sensibilidade do term√īmetro √© de 100% e a especificidade √© zero

Back to Top Back to top