1a Avaliação Residência Médica De Cardiologia - Ham/Ses

35 Questes | Total Attempts: 56

SettingsSettingsSettings
Please wait...
1a Avaliao Residncia Mdica De Cardiologia - Ham/Ses

Esta é a 1a Avaliação da Residência Médica em Cardiologia do Hospital Agamenon Magalhães (2015)--------Obs: só será permitido realizar esta avaliação 1 vez: se forem postadas mais de 1, será considerada sempre a PRIMEIRA.CLIQUE NA OPÇÃO ABAIXO: INICIAR QUIZ, PARA COMEÇAR A PROVA 


Questions and Answers
  • 1. 
    Leia atentamente as instruções antes de responder as questões:1.Até a finalização do tempo desta prova não deverá ser feito nenhum contato, pessoal, por telefone ou mensagem de texto.2.Preferencialmente faça a prova pelo seu computador pessoal ou tablet. O uso de celulares pode comprometer a qualidade das imagens e ordenamento das questões3.Em algumas questões você pode precisar de um papel e caneta para rascunho4.Após finalizar a questão clique no botão <SEGUINTE>, para confirmar e depois em novamente para confirmar e ir para próxima questão (não será possível mudar a resposta nem voltar). Não clique em nenhum link ou propaganda que aparece na mesma página.5.Quando a última prova for respondida será enviado uma mensagem WhatsApp para o grupo CardioHAM avisando, a partir desse momento já poderá haver contato entre os residentes6.A página final exibirá sua nota da avaliação, imprima a mesma (ou se preferir salve-a) para ter segurança que sua nota não será perdida.7.Para começar, digite o numero UM no espaço abaixo : (não esqueça de SEMPRE clicar em SEGUINTE para passar para próxima questão)
  • 2. 
    Digite seu nome COMPLETO abaixo:
  • 3. 
    Quais dos seguintes achados eletrocardiográficos é o MENOS provável em um paciente com Infarto anterior com supra de ST ?
    • A. 

      Elevação do ST nas derivações V2 a V5

    • B. 

      Intervalo QT curto

    • C. 

      Novo bloqueio de ramo

    • D. 

      Depressão do ST nas derivações D3 e aVF

    • E. 

      Ondas T apiculadas nas derivações precordiais.

  • 4. 
    É característica que permite diferenciar a dispnéia cardíaca da secundária ao DPOC?
    • A. 

      Sopro sistólico evidente

    • B. 

      Piora com o decúbito dorsal (posição deitada)

    • C. 

      Associação com estase jugular e edema de membros inferiores

    • D. 

      Limiar variável da dispnéia com crises isoladas de dispnéia em repouso

    • E. 

      Chiado torácico, correspondente à sibilância

  • 5. 
    Sobre o ECG abaixo, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):
    • A. 

      Ritmo sinusal

    • B. 

      Bloqueio de ramo direito

    • C. 

      Hemibloqueio da divisão antero-superior esquerda

    • D. 

      Bloqueio AV

  • 6. 
    Sobre o ECG abaixo, assinale a alternativa correta:
    • A. 

      Provável doença isquêmica do coração

    • B. 

      Doença do sistema de condução

    • C. 

      Pericardite

    • D. 

      Tromboembolismo pulmonar

  • 7. 
    "Notei nesta paciente algo curioso, o sopro sistolico audivel em todo bordo esternal alto se tornou mais intenso durante um batimento pós-extrasistólico, e de maneira para mim paradoxal, o pulso carotídeo deste paciente reduziu dramaticamente neste batimento" De qual patologia trata este texto ?
    • A. 

      Estenose mitral

    • B. 

      Insuficiência mitral

    • C. 

      Prolapso de valva mitral

    • D. 

      Miocardiopatia hipertrófica obstrutiva

    • E. 

      Insuficiência tricúspide não-reumática

    • F. 

      Taquicardia atrial multifocal associada a dupla lesão mitral

    • G. 

      Doença de Lev-Negreri

    • H. 

      Endomiocardiofibrose

    • I. 

      Amiloidose cardíaca

    • J. 

      Doença d eKawasaki

  • 8. 
    Cada uma das seguintes condições está frequentemente associada com uma onda R proeminente na derivação V1, exceto:
    • A. 

      Hipertrofia do ventrículo direito

    • B. 

      Síndrome de Wolff-Parkinson –White

    • C. 

      Distrofia muscular de Duchenne

    • D. 

      Bloqueio divisional ântero-superior

    • E. 

      Posicionamento errado dos eletrodos precordiais

  • 9. 
    São sintomas/sinais presentes nas seguintes condições, EXCETO:
    • A. 

      Pulso hepático – Insuficiência tricúspide

    • B. 

      Manchas de Roth – Endocardite infecciosa

    • C. 

      Sinal de Kussmaul – Miocardiopatia hipertrófica

    • D. 

      Pulso em martelo d’água – Refluxo aórtico

    • E. 

      Sopro telessistólico – Prolapso de valva mitral

  • 10. 
    Marque a(s) alternativa(s) correta(s)
    • A. 

      A drenagem venosa coronariana conflui para o duto torácico antes de ser levada para átrio direito

    • B. 

      Existe uma nítida separação entre os tecidos que circundam as valvas mitral, aórtica e pulmonar, de uma maneira que dificilmente existe extensão de doença entre estas valvas

    • C. 

      O seio venoso situa-se próximo a via de saída do ventrículo direito, lateralmente a emergência da artéria coronária direita

    • D. 

      Coração com dominância esquerda refere-se aos casos que a artéria descendente anterior cruza a ponta do VE e distribui sangue por porção significativa da parente inferior

    • E. 

      O feixe de his tem propriedades de condução (dromotropismo) e automatismo superiores ao tecido nodal sinusal

    • F. 

      A fase de enchimento ventricular lento acontece entre as fases de contração atrial e enchimento ventricular rápido, e corresponde ao período de menor passagem de sangue dos átrios para os ventrículos

  • 11. 
    Selecione as alternativas corretas:
    • A. 

      Inibidores do receptor da angiotensina são superiores aos IECA no pós-IAM devido ao melhor controle pressórico, não sendo muito utilizados devido ao alto custo.

    • B. 

      Evidencias suportam o uso de IECA por longo prazo (5 anos p. ex) após IAM sem disfunção ventricular e mesmo sem qualquer outro de risco como diabetes.

    • C. 

      A enoxaparina deve ser feita intravenosamente e mantida plena por via subcutanea até 8 dias após o uso da TNK no IAM

    • D. 

      O uso de abciximab geralmente é reservado ao hemodinamicista que durante a intervenção percutânea observa vantagens da intensificação da antiagregação (trombos p. ex)

    • E. 

      Clopidogrel deve ser usado como opção ao AAS, em associação a esse após stent e após síndrome coronariana aguda.

  • 12. 
    Assinale as alternativas corretas:
    • A. 

      Medidas eficazes no aumento do HDL em ordem crescente: Ômega3 - Estatina - Fibrato - Atividade física - Niacina

    • B. 

      O uso de bloqueadores de cálcio diidropiridínicos como nifedipina, isradipina e felodipina deve ser evitado na doença arterial coronária

    • C. 

      O uso a longo prazo de betabloqueadores em pacientes com doença coronariana é controverso naqueles diabéticos ou com intolerância em jejum, devido ao maior risco de hiperglicemia

    • D. 

      Pacientes infartados com LDL persistentemente abaixo de 70 não necessitam usar estatinas

    • E. 

      Em anginosos com asma, a drogas usadas em lugar dos betabloqueadores são: diltiazem ou amlodipina

  • 13. 
    Assinale a alternativa INCORRETA
    • A. 

      Pacientes que após o IAM com supraST, mesmo assintomáticos, têm fração de ejeção inferior a 55% devem fazer uso do carvedilol ao invés dos betabloqueadores convencionais

    • B. 

      Apesar de estimulado o uso de betabloqueador venoso para tratamento da taquicardia durante a fase aguda do IAM, deve ser evitado em pacientes com infarto anterior extenso, sem evidência de reperfusão, mesmo que não haja choque

    • C. 

      A presença de PR=0,26s associada a bloqueio de ramo direito e BDASE, constitui contra-indicação para uso de betabloqueador, mesmo que a FC esteja normal.

    • D. 

      Todos os paciente que após IAM com supra desenvolverem fração de ejeção inferior a 45% devem realizar Holter de 24 horas visando estratificação para arritmias ventriculares e morte súbita

    • E. 

      Nitrato devem evitados nos casos de IAM de ventrículo direito, mesmo sem repercussão clínica

  • 14. 
    Paciente há 24 horas sem angina, após ser admitido com IAM sem supra e com anatomia multiarterial e prestes a se submeter a CRM, assinale a correta:
    • A. 

      O uso de enoxaparina é preferível à heparina não-fracionada (HNF) devido a superioridade daquele demonstrada em estudos como ESSENCE e TIMI

    • B. 

      A HNF deve ser administrada devido a menor interferência com o polímero de fibrina utilizado na circulação extracorpórea

    • C. 

      O uso de enoxaparina e HNF é indiferente, uma vez que o índice de sangramento durante a CRM não parece ser diferente

    • D. 

      O uso de HNF é preferível devido a possibilidade do uso de protamina durante a CRM

    • E. 

      O uso da enoxaparina, desde que até 12 horas antes do procedimento, pode ser feito com segurança, uma vez que a inibição do fator Xa não está envolvida no desenvolvimento de sangramento dos vasos torácicos superficiais.

  • 15. 
    Objetivando redução de eventos cardiovasculares e morte em pacientes com DAC sintomática, assinale abaixo a melhor opção de acordo com as atuais diretrizes (escolha entre CRM e STENT)biarterial, diabético, com lesão proximal de artéria descendente anteriorlesão isolada de CD, 3 fatores de risco de Framingam (exceto DM), FE<40%triarterial, lesão complexa comprometendo grande diagonal, sem envolvimento de DA proximal, diabetes ou disfunção ventricular.lesão de tronco de coronária esquerda, nefropata, sem diabetes ou disfunção ventriculartriarterial, com euroscore elevado e synthax score reduzido
    • A. 

      STENT - CRM - STENT - STENT - CRM

    • B. 

      CRM - CRM - CRM - CRM - STENT

    • C. 

      CRM - STENT - CRM - CRM - STENT

    • D. 

      CRM - CRM - STENT - CRM - STENT

    • E. 

      CRM - STENT - CRM - CRM - CRM

  • 16. 
    Assinale a alternativa INCORRETA
    • A. 

      O prognóstico da isquemia sintomática e silenciosa são similares, portanto, em ateroscleróticos assintomáticos é importante a pesquisa de isquemia

    • B. 

      Presença de hipotensão nos infartos inferiores pode ser devido a comprometimento de VD ou desencadeamento de reflexo de Bezold-Jarish (vago)

    • C. 

      Fibrinólise química realizada até 3 horas após início da dor tem eficácia similar a angioplastia primária

    • D. 

      Pelo menor risco de sangramento, o uso de estreptoquinase em pacientes com IAM + choque cardiogênico é preferido em relação ao TNK

    • E. 

      O pre-condicionamento isquêmico comprovadamente protege mais o miocárdio da injúria que sucede a reperfusão miocárdica

  • 17. 
    Existem 3 alternativas corretas (verdadeiras), quais são ?
    • A. 

      O uso de drogas como carvedilol e lisinopril promovem o remodelamento ventricular pós-infarto, evitando assim maior dilatação do VE e piora da função ventricular

    • B. 

      Obtiveram TIMI fluxo 3 em ordem crescente: estreptoquinase – tenecteplase – angioplastia primária

    • C. 

      Situações que aumentam o risco de reestenose pós-stent coronário: lesões longas (>20mm), diabéticos e vasos com menos de 2.5mm de diâmetro

    • D. 

      Quando indicado, carvedilol no pós-IAM deve ser iniciado em dose baixa (6.25mg/dia)

    • E. 

      O inibidor de ECA preferido no pós-IAM é o enalapril ou ramipril

  • 18. 
    Assinale a alternativa certa:
    • A. 

      O uso de stent farmacológico por elevar o risco de trombose tardia em relação ao stent convencional, deve ser evitado em lesões extensas, enxerto de safena e em diabéticos.

    • B. 

      Pacientes com síndrome coronariana aguda sem supra, portadores de doença multiarterial com anatomia favorável à terapêutica percutânea, devem ser submetidos a angioplastia de todos os vasos em que seja possível a abordagem.

    • C. 

      O uso de dupla antiagregação (AAS + tienopiridínico) em tempo hábil antes da angioplastia, praticamente torna desnecessário o uso de inibidores de glicoproteína IIbIIIa nos tempos atuais, mesmo com escore TIMI elevado.

    • D. 

      Angioplastia realizada com stent farmacológico torna obrigatório o uso de clopidogrel associado ao AAS por um período mínimo de 3 meses na maioria dos casos.

    • E. 

      Os casos mais bem sucedidos de angioplastia de tronco de coronaria esquerda são aqueles que envolvem sua porção distal.

  • 19. 
    Mulher de 82 anos, admitida com angina progressiva e dor em repouso na emergência, evolui com alívio dos sintomas após nitrato SL. Portadora de diabetes, dislipidemia, tabagismo e hipertensão já fazendo uso de AAS e enalapril, tem só o primeiro ECG alterado por infradesnível ST de V1 a V4.  Apesar da CK-Massa normal, sua troponina elevou 2 vezes o valor máximo aceitável. Qual o escore TIMI e a melhor conduta a ser realizada para essa paciente:
    • A. 

      TIMI=4; estratificação não invasiva se ecocardiograma normal

    • B. 

      TIMI=5; cateterismo nas próximas 72 horas se não houver contra-indicação

    • C. 

      TIMI=5; estratificação não invasiva se ecocardiograma normal

    • D. 

      TIMI=6; tratamento medicamentoso devido a idade avançada e estabilização clínica

    • E. 

      TIMI=6; cateterismo nas próximas 24 horas na ausência de contra-indicação

  • 20. 
    Em relação aos portadores de risco intermediário para eventos cardiovasculares (calculados pelo escore de risco de Framingham, p. ex), todas as alternativas abaixo permitem reclassificá-los como de alto risco, EXCETO:
    • A. 

      Microalbuminúria

    • B. 

      Hipertrigliceridemia importante (Tg>500)

    • C. 

      Espessura íntima-média carotídea > 1.0mm

    • D. 

      Escore de cálcio coronário acima do percentil 75 para idade

    • E. 

      Hipertrofia ventricular esquerda

  • 21. 
    Em relação ao ECG abaixo, qual a alternativa que poderia melhor se aproximar do diagnóstico ?
    • A. 

      Doença do tecido de condução / Infarto / Sobrecarga de VE

    • B. 

      Infarto / Troca de eletrodos / BAV

    • C. 

      Distúrbio de condução / Doença de Chagas / Dextrocardia

    • D. 

      Estenose mitral / Dextrocardia

    • E. 

      BAV / Dupla lesão mitral / sobrecarga biventricular

  • 22. 
    Nos protocolos de dor torácica, qual enzima (marcador de necrose) SEMPRE deverá ser dosada ?
    • A. 

      CK-massa

    • B. 

      CK-MB (atividade)

    • C. 

      Troponina

    • D. 

      Troponina ultra-sensível

    • E. 

      Mioglobina

  • 23. 
    A presença de quarto arco na radiografia do tórax representa aumento de qual estrutura cardíaca ?
    • A. 

      Átrio esquerdo

    • B. 

      Ventrículo esquerdo

    • C. 

      Artéria pulmonar

    • D. 

      Ventrículo direito

    • E. 

      (duas alternativas estão corretas)

  • 24. 
    Fatores relacionados ao maior risco de rotura da placa aterosclerótica
    • A. 

      Maior conteúdo lipídico

    • B. 

      Menos ação das metaloproteinases

    • C. 

      Maior excentricidade das placas

    • D. 

      Menor conteúdo da capa fibrosa

  • 25. 
    No tratamento da doença arterial coronária obstrutiva é importante o uso de drogas que possam reduzir o consumo de oxigênio miocárdico. Fazem parte desta categoria:
    • A. 

      Vasodilatadores arteriais

    • B. 

      Tirofiban

    • C. 

      Nifedipina

    • D. 

      Verapamil

    • E. 

      Ivabradina

    • F. 

      Clopidogrel

    • G. 

      Metoprolol

Back to Top Back to top