Teste 1 - Cabeamento Estruturado

15 Questões | Total Attempts: 95

SettingsSettingsSettings
Please wait...
Teste 1 - Cabeamento Estruturado

.


Questions and Answers
  • 1. 
    O Programador de Sistemas deve planejar a implantação do cabeamento estruturado da SEGEP considerando a Norma NBR 14565:2013. Uma das primeiras ações do Analista foi a de especificar o cabeamento de backbone cujos requisitos são: uso de fibra óptica OM3 e distância máxima de 300 m. Ao atender esses requisitos, a máxima taxa de transmissão de dados alcançada no backbone é de
    • A. 

      10 Gbps

    • B. 

      1 Gbps

    • C. 

      100 Gbps

    • D. 

      100 Mbps

  • 2. 
    Existem diversos tipos de cabeamento de rede. Assim, um técnico em informática precisa saber que os três tipos principais são:
    • A. 

      Par trançado, flexível e dual-fio.

    • B. 

      Largo, estreito e mediano.

    • C. 

      Paralelos, estreitos e flexíveis.

    • D. 

      Coaxial, par trançado e fibra óptica.

  • 3. 
    Em relação aos cabos de rede UTP Categoria 5 (Cat5) e Categoria 6 (Cat6), é correto afirmar:
    • A. 

      Os cabos Cat5 são coaxiais, enquanto os Cat6, mais modernos, são baseados em par trançado.

    • B. 

      Os cabos Cat5 atingem no máximo a taxa de transmissão de 10 Mbps, enquanto os Cat6 podem atingir no máximo 100 Mbps.

    • C. 

      Os cabos Cat5 foram projetados apenas para aplicações de voz, e não de dados, enquanto os cabos Cat6 suportam os dois tipos de aplicação.

    • D. 

      Nenhum dos dois tipos pode ser usado como backbone entre redes locais distintas, devendo-se utilizar categorias mais avançadas.

    • E. 

      Tanto os cabos Cat5 quanto os Cat6 utilizam o mesmo tipo de conector em suas extremidades, sendo o RJ-45.

  • 4. 
    Deseja-se montar conectores RJ-45 em um cabo de par trançado não blindado do tipo “crossover”. Esse cabo terá
    • A. 

      Em ambas as pontas o padrão T568A.

    • B. 

      Em ambas as pontas o padrão T568B.

    • C. 

      Em uma ponta o padrão T568A e, na outra, o padrão T568B.

    • D. 

      Os pinos 4 e 5, e os pinos 7 e 8 da primeira ponta ligados, respectivamente, nos pinos 7 e 8, e nos pinos 4 e 5 da segunda ponta.

    • E. 

      Os pinos 1 e 2, e os pinos 3 e 6 dos conectores da primeira ponta ligados nos mesmos pinos da segunda ponta.

  • 5. 
    O cabo de Categoria 6a apresenta diferenças em relação ao de Categoria 6. Uma dessas diferenças é que o cabo de Categoria
    • A. 

      6 é para uso em ambientes internos, enquanto o de Categoria 6a pode ser utilizado em ambientes externos.

    • B. 

      6 não possui blindagem entre cada par de fios, ao contrário do de categoria 6a.

    • C. 

      6a é autossustentado, ao contrário do de Categoria 6.

    • D. 

      6a possui um separador interno para distanciar os pares de fios, ao contrário do de Categoria 6

    • E. 

      6a possui metade da espessura do cabo de Categoria 6.

  • 6. 
    O padrão de transmissão de dados para rede local Ethernet (IEEE 802.3), conhecido como 10Base5, utiliza
    • A. 

      Cabo coaxial de grande diâmetro.

    • B. 

      Cabo de par trançado CAT5.

    • C. 

      Cabo de par trançado CAT7.

    • D. 

      Cabo de fibra óptica.

  • 7. 
    Qual é o tipo de conector necessário para se refazer uma das pontas de um cabo de rede Fast Ethernet/100 Mb?
    • A. 

      RJ11

    • B. 

      BNC

    • C. 

      RJ45

    • D. 

      SATA

  • 8. 
    Uma empresa precisa comprar cabos par trançado que operem em 100 Mbits/s ethernet. Os cabos a serem comprados são do tipo:
    • A. 

      10Base-5

    • B. 

      100Base-T

    • C. 

      100Base-F

    • D. 

      1000Base-LX

  • 9. 
    Assinale a alternativa que apresenta a tecnologia que permite a criação de redes com até 2 km por segmento.
    • A. 

      10BaseT

    • B. 

      10Base2

    • C. 

      10Base5

    • D. 

      10BaseF

  • 10. 
    Acerca do cabeamento estruturado, assinale a alternativa correta.
    • A. 

      A finalidade do cabeamento estruturado é que ele seja executado (refeito) uma vez ao ano, sempre implementando novos modelos e topologias.

    • B. 

      O sistema de cabeamento estruturado não possibilita que funcionários realizem mudanças de local dentro das empresas, pois é um modelo rígido que utiliza a topologia horizontal.

    • C. 

      O cabeamento estruturado não pode ser implementado em uma rede que possua a topologia física estrela.

    • D. 

      A maior desvantagem do cabeamento estruturado é o fato de que, se uma falha ocorrer em determinados ramos do cabeamento, toda a rede será afetada.

    • E. 

      Os cabos de par trançado são utilizados no cabeamento estruturado.

  • 11. 
    Os cabos que são classificados em categorias de acordo com seus índices RG (radio government) e que utilizam o conector BNC (Bayone‐Neil‐Concelman) para se conectar aos dispositivos são os cabos
    • A. 

      De par trançado.

    • B. 

      Coaxiais.

    • C. 

      UTP.

    • D. 

       STP.

    • E. 

      De fibra óptica.

  • 12. 
    Um cabo de rede UTP (par trançado) de categoria 6, em que uma das pontas segue o padrão T568A e a outra, o padrão T568B, é chamado de cabo crossover.
    • A. 

      Certo

    • B. 

      Errado

  • 13. 
    Cabeamento estruturado é um método de instalação de rede que se baseia em normas e boas práticas, compartilhando infraestrutura para serviços como dados e telefonia.
    • A. 

      Certo

    • B. 

      Errado

  • 14. 
    Uma das desvantagens do cabo coaxial é que não é possível medir seu desempenho.
    • A. 

      Certo

    • B. 

      Errado

  • 15. 
    No cabo de par trançado, os dois fios do par têm as mesmas funções, ou seja, tanto um quanto o outro são destinados ao suporte de transporte dos sinais entre transmissor e receptor, não atuando, nesse caso, como referência ou terra do sinal como ocorre nos demais meios físicos.
    • A. 

      Certo

    • B. 

      Errado

Back to Top Back to top