ExercÍcios I Para Teste Operacional 2018 - App Br

30 Questes | Total Attempts: 154

SettingsSettingsSettings
Please wait...
Exerccios I Para Teste Operacional 2018 - App Br

ICA 100-37/ICA 100-12/MCA 100-16


Questions and Answers
  • 1. 
    Segundo a fraseologia padrão, prevista no MCA 100-16, a expressão “falta de combustível” deve ser traduzida para o Inglês como: (MCA 100-16 / Item 2.19 PALAVRAS E FRASES PADRONIZADAS)
    • A. 

      Leak of fuel

    • B. 

      Lack of fuel

    • C. 

      Short of fuel

    • D. 

      Fuel endurance very low

  • 2. 
    Ajustes de velocidade menores de ___________ IAS para aeronaves turbojato durante a descida inicial do nível de cruzeiro devem ser aplicadas somente com o consentimento da tripulação de voo. ( Item 3.27.3.3 / ICA 100-37 "AERONAVES DESCENDO E QUE CHEGAM")
    • A. 

      210 nós

    • B. 

      230 nós

    • C. 

      250 nós

    • D. 

      270 nós

  • 3. 
    Não deve ser aplicado ajuste de velocidade a uma aeronave após passar por um ponto a ____ da cabeceira na aproximação final (Item 3.27.3.7/ ICA 100-37 "AERONAVES DESCENDO E QUE CHEGAM").
    • A. 

      3 NM

    • B. 

      4 NM

    • C. 

      5 NM

    • D. 

      6 NM

  • 4. 
    Se, durante uma situação de emergência, não for possível assegurar que a separação horizontal aplicável puder ser mantida, excepcionalmente poderá ser usada uma separação de emergência de no mínimo  ___________ entre aeronaves no espaço aéreo onde é aplicado um mínimo de separação vertical de 300 m (1000 pés).
    • A. 

      60m (200 pés)

    • B. 

      90m (300 pés)

    • C. 

      120m (400 pés)

    • D. 

      150m (500 pés)

  • 5. 
    O Piloto do TAM9009 (SBFZ para SBBR) após ingresso na terminal Brasília e ciente de condições meteorológicas adversas no aeródromo, esperas devido mau tempo, recente mudança de pista e alto fluxo de tráfego,  declarou "COMBUSTÍVEL MÍNIMO" na fonia logo após o primeiro contato com o APP-BR. Nesse caso, o controlador deve entender que:
    • A. 

      Esta é uma situação de emergência e indica que deve ser dado total prioridade para pouso da referida aeronave.

    • B. 

      Esta é uma situação de emergência e implica a adoção por parte do Órgão ATS dos procedimentos com relação à aeronave em situação de emergência previstos na ICA 100-37.

    • C. 

      Esta não é uma situação de emergência, mas uma indicação de que uma situação de emergência poderá ocorrer se qualquer atraso adicional for imposto à aeronave;

    • D. 

      Esta não é uma situação de emergência, mas implica a adoção por parte do Órgão ATS dos procedimentos com relação à aeronave em situação de emergência previstos na ICA 100-37.

  • 6. 
    No caso de emergência por combustível, o piloto deverá declarar essa situação por meio das palavras _________________________, conforme o previsto no MCA 100-16 (Fraseologia de Tráfego Aéreo). [ICA 100-37/3.34.2.1]
    • A. 

      “MAYDAY COMBUSTÍVEL”

    • B. 

      “MAYDAY COMBUSTÍVEL MÍNIMO”

    • C. 

      "COMBUSTÍVEL DE RESERVA FINAL"

    • D. 

      "COMBUSTÍVEL MÍNIMO"

  • 7. 
    A evolução de uma situação de emergência normalmente se desenvolve em três fases (INCERFA, ALERFA e DETRESFA), conforme a urgência requerida. Analise as opções abaixo e assinale a alternativa INCORRETA.
    • A. 

      A fase de alerta (ALERFA) tem início quando uma aeronave autorizada a pousar, não o fizer dentro de 5 minutos seguintes à hora prevista para pouso e não se restabelecer a comunicação com a aeronave;

    • B. 

      A fase de perigo (DETRESFA) tem início quando se evidenciar que o combustível que a aeronave levava a bordo se tenha esgotado ou que não é suficiente para permitir o pouso em lugar seguro;

    • C. 

      A fase de incerteza (INCERFA) tem início após transcorridos 30 minutos seguintes à hora em que o órgão ATS deveria ter recebido uma comunicação da aeronave e não recebeu nenhuma comunicação da mesma, ou seguintes ao momento em que pela primeira vez se tentou, infrutiferamente, estabelecer comunicação com a referida aeronave, o que ocorrer primeiro;

    • D. 

      A fase de incerteza (INCERFA) tem início quando se souber ou se suspeitar que uma aeronave esteja sendo objeto de interferência ilícita.

  • 8. 
    Os códigos 7500, 7600 e 7700 são reservados internacionalmente para uso dos pilotos que se encontrem em estado de _________________, de ________________ ou de __________________, respectivamente. (ICA 100-37 / 10.6 GERENCIAMENTO DOS CÓDIGOS SSR )
    • A. 

      Emergência - Falha de comunicações - Interferência ilícita

    • B. 

      Interferência ilícita - Emergência - Falha de comunicações

    • C. 

      Interferência ilícita - Falha de comunicações - Emergência

    • D. 

      Falha de comunicações - Interferência ilícita - Emergência

  • 9. 
    Analise as sentenças abaixo e assinale a alternativa CORRETA. (ICA 100-37 / 10.7.1 OPERAÇÃO DO TRANSPONDER SSR) : I) As aeronaves que dispuserem de equipamento transponder em funcionamento, quando em voo, deverão mantê-lo acionado durante todo o tempo, independentemente de se encontrarem em espaço aéreo com cobertura de radar secundário, e deverão selecionar seus equipamentos no modo A da seguinte forma: a) código 2000 - antes de receber instruções do órgão ATC; b) código 7500 - com falhas de comunicações; c) código 7600 - sob interferência ilícita; e d) código 7700 - em emergência. II) Nos deslocamentos em formação, a cada aeronave deverá ser alocado um código transponder. Em formação cerrada, somente o líder deverá manter o seu transponder acionado, devendo as demais aeronaves da formação manter o seu transponder em “STANDBY”.   III) Quando a aeronave estiver equipada com modo C, o piloto em comando deverá mantê-lo constantemente acionado, a não ser que receba outras instruções do órgão ATC. IV) Apenas por solicitação do controlador, o piloto poderá deixar o seu transponder ligado após o pouso da aeronave.  
    • A. 

      I) F II) V III) V IV) F

    • B. 

      I) V II) V III) V IV) V

    • C. 

      I) F II) F III) V IV) F

    • D. 

      I) F II) V III) V IV) V

  • 10. 
    O valor de tolerância usado para determinar que a informação de nível, derivada da informação de altitude de pressão, apresentada ao controlador, está exata deverá ser de ± ___________ em espaço aéreo RVSM. Em outros espaços aéreos, tal tolerância será de ± ___________.  (ICA 100-37 /  10.8.1 VERIFICAÇÃO DA EXATIDÃO DA INFORMAÇÃO DE NÍVEL)
    • A. 

      30m (±100 pés) --- 60m (±200 pés)

    • B. 

      60m (±200 pés) --- 30m (±100 pés)

    • C. 

      60m (±200 pés) --- 90m (±300 pés)

    • D. 

      90m (±300 pés) --- 60m (±200 pés)

  • 11. 
    Assinale a alternativa INCORRETA (ICA 100-37 / 10.13 VETORAÇÃO)  : 
    • A. 

      Quando for proporcionada uma vetoração a uma aeronave, que a desvie de uma rota preestabelecida, o piloto deverá ser informado qual será a vetoração a ser cumprida, o motivo e o limite da vetoração, por exemplo, até a posição “x”, para a aproximação “y”.

    • B. 

      Sempre que praticável, a aeronave deverá ser vetorada ao longo de trajetórias nas quais o piloto poderá acompanhar a posição de sua aeronave com referência aos auxílios à navegação interpretados pelo piloto. Isso minimizará a assistência à navegação requerida e atenuará as consequências resultantes de falha do Sistema de Vigilância ATS

    • C. 

      Os voos controlados não deverão ser vetorados em espaço aéreo não controlado, mesmo em caso de emergência, para desvio de condições meteorológicas adversas ou a pedido do piloto.

    • D. 

      O início de uma vetoração será caracterizado por uma informação do controlador de que a aeronave se encontra sob vetoração.

  • 12. 
    Deverão ser aplicados os seguintes mínimos de separação por esteira de turbulência, baseados na distância. Sabendo que uma aeronave de categoria ___________ segue à frente de uma aeronave de categoria ____________, a separação mínima deverá ser de _________ (ICA 100-37 / 10.17.3 MÍNIMOS DE SEPARAÇÃO BASEADOS NO SISTEMA DE VIGILÂNCIA ATS). Assinale a opção correta:
    • A. 

      MÉDIA --- LEVE --- 4 NM

    • B. 

      PESADA --- LEVE --- 7 NM

    • C. 

      PESADA --- MÉDIA --- 6 NM

    • D. 

      PESADA --- PESADA --- 4 NM

  • 13. 
    O limite vertical superior do espaço aéreo inferior é o (ICA 100-37 / 3.3.1 DIVISÃO DO ESPAÇO AÉREO):
    • A. 

      FL245 inclusive

    • B. 

      FL245 exclusive

    • C. 

      FL145 inclusive

    • D. 

      FL145 exclusive

  • 14. 
    As partes do espaço aéreo controlado, dentro das quais também é provido o serviço de controle de tráfego aéreo para os voos VFR, são designadas como espaços aéreos de Classes ____, ____ ou ____ (ICA 100-37 / 3.3.2 DESIGNAÇÃO DOS ESPAÇOS AÉREOS ATS E DOS AERÓDROMOS ).
    • A. 

      A - B - C

    • B. 

      B - C - D

    • C. 

      B - D - E

    • D. 

      C - D - E

  • 15. 
    São permitidos voos IFR e VFR. É proporcionado a todos os voos o serviço de controle de tráfego aéreo. Os voos IFR são separados de outros voos IFR e dos voos VFR. Os voos VFR são separados apenas dos voos IFR e recebem informação de tráfego em relação aos outros voos VFR e, ainda, aviso para evitar tráfego, quando solicitado pelo piloto. A Classe do espaço aéreo ATS identificada acima é a : (ICA 100-37 / 3.4 CLASSIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS AÉREOS ATS)
    • A. 

      Classe A

    • B. 

      Classe B

    • C. 

      Classe C

    • D. 

      Classe D

  • 16. 
    São permitidos voos IFR e VFR, recebendo somente serviço de informação de voo, sempre que for factível. A Classe do espaço aéreo ATS mencionada acima é a:
    • A. 

      Classe D

    • B. 

      Classe E

    • C. 

      Classe F

    • D. 

      Classe G

  • 17. 
    São permitidos voos IFR e VFR. É proporcionado a todos os voos o serviço de controle de tráfego aéreo e são separados entre si. A classe do espaço aéreo ATS mencionada acima é a:  [3.4 CLASSIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS AÉREOS ATS]  
    • A. 

      Classe A

    • B. 

      Classe B

    • C. 

      Classe C

    • D. 

      Classe D

  • 18. 
    Assinale a alternativa INCORRETA. O serviço de controle de tráfego aéreo será proporcionado a :  [3.7 CARACTERÍSTICAS DOS SERVIÇOS DE TRÁFEGO AÉREO]
    • A. 

      Todos os voos IFR nos espaços aéreos Classes A, B, C, D e E

    • B. 

      Todos os voos VFR nos espaços aéreos Classes C, D e E

    • C. 

      Todos os voos VFR especiais;

    • D. 

      Todo tráfego de aeródromo nos aeródromos controlados.

  • 19. 
    Assinale a alternativa INCORRETA. As autorizações e instruções emitidas pelos órgãos ATC devem prover separação: 
    • A. 

      Entre todos os voos nos espaços aéreos Classes B e C

    • B. 

      Entre os voos IFR nos espaços aéreos Classes C, D e E

    • C. 

      Entre os voos IFR e VFR no espaço aéreo Classe C

    • D. 

      Entre os voos VFR especiais

  • 20. 
    A aeronave em emergência deverá transmitir as mensagens radiotelefônicas precedidas pelas expressões___________  ou ____________ , respectivamente, nas situações de urgência ou de socorro, de preferência pronunciadas ____________. (ICA 100-37 / 3.14.4 MEDIDAS A SEREM ADOTADAS PELA AERONAVE NA CONDIÇÃO DE SOCORRO OU URGÊNCIA)
    • A. 

      MAYDAY -- PAN, PAN -- somente uma vez

    • B. 

      PAN, PAN -- MAYDAY -- somente uma vez

    • C. 

      MAYDAY -- PAN, PAN -- 3 vezes

    • D. 

      PAN, PAN -- MAYDAY -- 3 vezes

  • 21. 
    A assinale a alternativa CORRETA ( ICA 100-37 / 3.26 AJUSTE DE VELOCIDADE HORIZONTAL):
    • A. 

      Os pilotos que estiverem cumprindo uma instrução de ajuste de velocidade devem manter obrigatoriamente a velocidade designada pelo controlador.

    • B. 

      Os pilotos que estiverem cumprindo uma instrução de ajuste de velocidade devem manter a velocidade dentro de, mais ou menos, 10 nós da velocidade designada pelo controlador.

    • C. 

      Os pilotos que estiverem cumprindo uma instrução de ajuste de velocidade devem manter a velocidade dentro de, mais ou menos, 15 nós da velocidade designada pelo controlador.

    • D. 

      Os pilotos que estiverem cumprindo uma instrução de ajuste de velocidade devem manter a velocidade dentro de, mais ou menos, 20 nós da velocidade designada pelo controlador.

  • 22. 
    Os tempos na perna de afastamento deverão ser de ____________ até o FL 140 (14.000 pés), inclusive, e ______________ acima do FL 140 (14.000 pés) [ICA 100-37 / 3.28.7 PROCEDIMENTOS DE ESPERA].
    • A. 

      30 (trinta) segundos --- 1 (um) minuto

    • B. 

      45 (trinta) segundos --- 1 (um) minuto e 30 (trinta) segundos

    • C. 

      1 (um) minuto --- 1 (um) minuto e 30 (trinta) segundos

    • D. 

      1 (um) minuto --- 2 (dois) minutos

  • 23. 
    Assinale a alternativa que indica a freqüência internacional de emergência aeronáutica:
    • A. 

      120,5 MHz

    • B. 

      121,5 MHz

    • C. 

      123,45 MHz

    • D. 

      127,35 MHz

  • 24. 
    O ajuste de altímetro será fornecido em _____________, arredondado para o inteiro _________ mais próximo. (ICA 100-37 / 7.3.4.12.5 Ajuste de altímetro)
    • A. 

      POLEGADAS DE MERCÚRIO --- INFERIOR

    • B. 

      POLEGADAS DE MERCÚRIO --- SUPERIOR

    • C. 

      HECTOPASCAL --- INFERIOR

    • D. 

      HECTOPASCAL --- SUPERIOR

  • 25. 
    Assinale a opção  CORRETA (ICA 100-12 / 5.2 RESPONSABILIDADE DO PILOTO):
    • A. 

      Caberá ao piloto em comando de uma aeronave em voo VFR providenciar sua própria separação em relação a obstáculos e demais aeronaves por meio do uso da visão, exceto no espaço aéreo Classe A, em que a separação entre as aeronaves é de responsabilidade do ATC.

    • B. 

      Caberá ao piloto em comando de uma aeronave em voo VFR providenciar sua própria separação em relação a obstáculos e demais aeronaves por meio do uso da visão, exceto no espaço aéreo Classe B, em que a separação entre as aeronaves é de responsabilidade do ATC.

    • C. 

      Caberá ao piloto em comando de uma aeronave em voo VFR providenciar sua própria separação em relação a obstáculos e demais aeronaves por meio do uso da visão, exceto no espaço aéreo Classe C, em que a separação entre as aeronaves é de responsabilidade do ATC.

    • D. 

      Caberá ao piloto em comando de uma aeronave em voo VFR providenciar sua própria separação em relação a obstáculos e demais aeronaves por meio do uso da visão, exceto no espaço aéreo Classe D, em que a separação entre as aeronaves é de responsabilidade do ATC.

Back to Top Back to top