Guerra Fria

10 Questűes | Total Attempts: 1572

SettingsSettingsSettings
Please wait...
Guerra Fria

Mais um teste... vamos aprimorar os nossos conhecimentos!


Questions and Answers
  • 1. 
    (Espcex (Aman) 2013)  Espesso e perigoso, o Muro de Berlim separou bairros, cortou cemitérios ao meio e fechou entradas de igrejas. Existiu por 28 anos, durante os quais se estima que 125 pessoas morreram ao tentar transpô-lo. Sobre o Muro de Berlim, é correto afirmar que 
    • A. 

      Na noite de 29 de novembro de 1947, o governo da Alemanha Oriental conduziu sua construção.

    • B. 

      Apesar de todo o aparato de segurança que ele continha, não impediu a fuga em massa de seus cidadãos.

    • C. 

      Tornou-se o maior s√≠mbolo da Guerra Fria, pois dividia uma cidade nos dois sistemas econ√īmico-ideol√≥gicos existentes.

    • D. 

      Por ocasião do bloqueio ocorrido à cidade de Berlim (junho de 1948 a maio de 1949), seus acessos foram fechados.

    • E. 

      Sua construção foi motivada pela fuga de alemães ocidentais para o Leste europeu, através de Berlim Oriental.

  • 2. 
    (Espcex (Aman) 2013)  “Na política externa a aproximação com as potências ocidentais praticamente determinou o fim da Guerra Fria, trazendo desdobramentos como a queda do Muro de Berlim e a derrubada – pacífica ou violenta – dos ditadores na Europa Oriental [...] A Alemanha Oriental foi finalmente reunida à sua parte Ocidental, formando um só país”.   (BERUTTI, 2004)   Com base nas informações do fragmento, é correto concluir que o autor se refere a(à) 
    • A. 

      Unificação do Estado alemão, em 1871.

    • B. 

      Pol√≠tica externa adotada pela R√ļssia logo ap√≥s a revolu√ß√£o bolchevique

    • C. 

      Algumas consequências das medidas liberalizantes adotadas na União Soviética na década de 1980.

    • D. 

      Formação do COMECOM reunindo as principais economias da Europa Oriental aos Estados Unidos, na década de 1940.

    • E. 

      Algumas consequências do Plano Marshall adotado na década de 1940 para recuperar a economia europeia.

  • 3. 
    (Uftm 2012)  A origem do termo Terceiro Mundo vinculou-se à 
    • A. 

      Tentativa de buscar ajuda para pa√≠ses da √Āfrica, que sofreram sucessivas guerras civis, nas d√©cadas de 1960 e 1970.

    • B. 

      Política norte-americana dos anos 1980, que defendia tratamento diverso para os países sem grandes recursos naturais.

    • C. 

      Descolonização decorrente do final da 2ª Guerra Mundial, que originou um terceiro grupo de países na assembleia da ONU.

    • D. 

      Decisão do Banco Mundial que, desde os anos 1950, passou a financiar o grupo de países mais pobres do mundo.

    • E. 

      Guerra Fria e aplicava-se ao grupo de países não alinhados às duas potências então em disputa, EUA e URSS.

  • 4. 
    (Ifce 2012)  Em 1947, visando reduzir possíveis influências soviéticas no mundo ocidental, os americanos colocaram em prática um plano econômico de auxílio aos países europeus, denominado 
    • A. 

      Plano Truman.

    • B. 

      Plano Cohen.

    • C. 

      Plano Marshall.

    • D. 

      Plano McCarthy.

    • E. 

      Planos Quinquenais.

  • 5. 
    (Fgv 2012)  A OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) foi estabelecida em Washington, em 4 de abril de 1949. Sua criação está relacionada: 
    • A. 

      Ao contexto de aproximação das potências vencedoras da Segunda Guerra Mundial.

    • B. 

      Ao processo de liberalização da economia mundial que lançaria as bases da globalização.

    • C. 

      Ao processo de descolonização nos continentes africano e asiático.

    • D. 

      Ao contexto de polarização político-militar entre os países capitalistas e socialistas.

    • E. 

      Ao contexto de endividamento dos pa√≠ses europeus com as institui√ß√Ķes financeiras internacionais.

  • 6. 
    (Unicamp 2011)  Para muitos norte-americanos, Vietnã é o nome de uma guerra, não de um país. Os vietnamitas parecem figuras sombrias, sem nome nem rosto, vítimas desamparadas ou agressores cruéis. A história começa apenas quando os Estados Unidos entram em cena.   (Adaptado de Marvin E. Gettleman et. alli (Ed.), Vietnam and America: a documented history. New York: Grove Press, 1995, p. xiii.)   Esse desconhecimento dos norte-americanos quanto a seus adversários na Guerra do Vietnã pode ser relacionado ao fato de os norte-americanos 
    • A. 

      Promoverem uma guerra de trincheiras, enquanto os vietnamitas comunistas movimentavam seus batalh√Ķes pela selva. Contando com um forte apoio popular, os Estados Unidos permaneceram por anos nesse conflito, mas n√£o conseguiram derrotar os vietnamitas.

    • B. 

      Invadirem e ocuparem o territ√≥rio vietnamita, desmantelando os batalh√Ķes comunistas gra√ßas √† superioridade americana em treinamento militar e armamentos. Apesar do apoio popular √† guerra, os Estados Unidos desocuparam o territ√≥rio vietnamita.

    • C. 

      Desconhecerem as tradi√ß√Ķes dos vietnamitas, organizados em torno de l√≠deres tribais, que eram os chefes militares de seus cl√£s. Sem ter um Estado como advers√°rio, o conflito se arrastou e, sem apoio popular, os Estados Unidos acabaram se retirando.

    • D. 

      Encontrarem grande dificuldade em enfrentar as táticas de guerrilha dos vietnamitas comunistas, que tinham maior conhecimento territorial. Após várias derrotas e sem apoio popular em seu próprio país, os Estados Unidos retiraram suas tropas do Vietnã.

  • 7. 
    (Udesc 2011)  As décadas de 1950 e 1980 foram marcadas por uma polarização global entre duas formas de pensar e organizar o mundo, conhecida como Guerra Fria. Analise cada proposição sobre os acontecimentos e processos que contribuem para o entendimento desse período e assinale (V) para verdadeira ou (F) para falsa. Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo. a) V – V – V – V – V    b) F – V – F – V – V    c) F – F – V – V – V    d) V – F – F – F – V    e) V – V – V – F – F   
    • A. 

      ( ) A emerg√™ncia da Uni√£o da Rep√ļblica Socialista Sovi√©tica ‚Äď URSS, ap√≥s a Segunda Guerra, como uma das grandes pot√™ncias militares e pol√≠ticas do mundo, alarmou os pa√≠ses capitalistas, sobretudo diante do avan√ßo do comunismo na Europa.

    • B. 

      ( ) A Doutrina Truman foi o ponto de partida para a Guerra Fria; o Plano Marshall, que dela fez parte, foi proposto pelos Estados Unidos com a intenção de conter a expansão socialista, mantendo os países europeus sob influência norte-americana.

    • C. 

      ( ) A Doutrina Truman foi o ponto de partida para a Guerra Fria; o Plano Marshall, que dela fez parte, foi proposto pelos Estados Unidos com a intenção de conter a expansão socialista, mantendo os países europeus sob influência norte-americana.

    • D. 

      ( ) A crise dos mísseis foi um dos momentos mais críticos da Guerra Fria.

    • E. 

      ( ) A Guerra Fria significou a√ß√Ķes que iam da amea√ßa militar √† coa√ß√£o pol√≠tica, econ√īmica e ideol√≥gica. A hostilidade gerada por estas a√ß√Ķes colocava no horizonte a possibilidade de uma guerra nuclear, gerando um clima de medo que se espraiou para todo o mundo, nesse per√≠odo.

  • 8. 
    (Ufsm 2011)  Na Conferência de Potsdam, em julho de 1945, "Churchill compreendeu de imediato, [que] a situação mudou totalmente após o anúncio da explosão de Alamagordo [a explosão da primeira bomba atômica pelos EUA]. O Japão podia ser esmagado rapidamente, sem a ajuda de Moscou. Na Europa, qualquer tentativa de expansão dos exércitos soviéticos encontraria as novas armas americanas. Os termos do futuro equilíbrio mundial se encontravam assim subitamente modificado”.   GAJA, R. Introdução à política externa da era nuclear. In: MAIOCCHIO, R. A Era Atômica. São Paulo: Ática, 1996. p.13.   A respeito da nova realidade criada pela "explosão dos mil sóis", considere as afirmativas a seguir.   I. A bomba atômica, criada especialmente para atingir Hiroshima e Nagasaki, a fim de derrotar o Japão, foi uma conquista da ciência e da tecnologia que possibilitou às grandes potências a construção de uma era de paz entre as nações. II. O novo artefato bélico definiu os termos do embate político entre as grandes potências, eliminando a possibilidade de novas guerras, tanto aquelas realizadas por exércitos regulares quanto os combates de guerrilha. III. A bomba atômica tornou-se um dado novo nos acordos que vinham sendo feitos entre EUA e URSS, as duas potências que, desde o final da Segunda Guerra Mundial, haviam dividido o mundo em duas grandes áreas sob a sua influência. IV. A bomba atômica desencadeou novo estilo de confronto, tornando-se o artefato bélico principal para os países que almejam disputar o poder político e militar do planeta.   Está(ão) correta(s) 
    • A. 

      Apenas I

    • B. 

      Apenas II.

    • C. 

      Apenas II e III.

    • D. 

      Apenas III e IV.

    • E. 

      Apenas IV.

  • 9. 
    (Uece 2010)  Vários fatores contribuíram para o processo de descolonização afro-asiática que culminou, de fato, na quebra dos elos coloniais há muito tempo presentes no continente africano e no continente asiático. Assinale a alternativa que melhor sinaliza os principais fatores desse processo. 
    • A. 

      Perda da hegemonia europeia, graças ao desgaste material e humano provocado pelas duas grandes guerras, e o desenvolvimento do sentimento nacionalista nos povos colonizados.

    • B. 

      Os acordos pactuados entre os EUA e a União Soviética, após a Primeira Guerra Mundial, comprometendo-se em não interferir em ambos os continentes.

    • C. 

      V√°rias insurrei√ß√Ķes e movimentos emancipat√≥rios dos v√°rios pa√≠ses afro-asi√°ticos que se organizaram livremente e lutaram por sua independ√™ncia ap√≥s o final da Primeira Guerra Mundial.

    • D. 

      Ausência de princípios de autodeterminação entre os diferentes povos afro-asiáticos que os impulsionasse a se libertar do domínio europeu.

  • 10. 
    (Mackenzie 2010)  A estrutura psicológica do ser humano não suporta que a dor e a angústia se mantenham tão vivas na memória como no momento em que ocorreram. [...] Por isso, agora, ao sairmos desses 20 anos difíceis e doloridos de nossa história, a lembrança de que houve irmãos nossos, nesse período, que perseguiam sem piedade, torturaram e mesmo mataram pessoas pelo simples fato de elas se oporem ao governo que se impôs ao país em 1964, parece mais pesadelo do que realidade. E, no entanto, esse absurdo ocorreu, aqui em nossa terra, como se um vendaval frio de loucura tivesse gelado esses corações. [...] Que objetivos justificam tudo isso? D. Paulo Evaristo Arns   Identifique a alternativa relacionada ao contexto histórico citado. 
    • A. 

      O Brasil, liderado pelos Estados Unidos, vivia guerra aberta contra o narcotr√°fico que, aliado √†s FARC, assolava a Am√©rica do Sul, sobretudo a regi√£o de fronteira amaz√īnica.

    • B. 

      A chamada ‚Äúguerra das civiliza√ß√Ķes‚ÄĚ entre Ocidente e Oriente amea√ßava a hegemonia americana; apoiando ditaduras militares, os EUA procuravam deter o avan√ßo do fanatismo isl√Ęmico na Am√©rica.

    • C. 

      O mundo encontrava-se em sua ordem bipolar e os Estados Unidos procuravam, por meio do apoio a golpes e a regimes ditatoriais na América Latina, deter o avanço do Comunismo.

    • D. 

      O avan√ßo da ideologia nazista pelo mundo e as pretens√Ķes imperialistas alem√£s justificam as pr√°ticas autorit√°rias citadas, que garantiriam o sucesso da Doutrina de Seguran√ßa Nacional.

    • E. 

      O crescimento do Positivismo entre os l√≠deres populistas amea√ßava os ideais neoliberais das For√ßas Armadas, que tomaram o poder e implantaram um verdadeiro ‚Äúterror de estado‚ÄĚ no pa√≠s.

Back to Top Back to top