(Enem) Linguagem, Código E Suas Tecnologias

10 Questions | Total Attempts: 53

SettingsSettingsSettings
(Enem) Linguagem, Cdigo E Suas Tecnologias - Quiz

Professor Geek ---- Cursos Gratis ---- Responda ---- Blog


Questions and Answers
  • 1. 
    How's your mood? For  an  interesting  attempt  to  measure  cause  and effect try Mappiness, a project run by the London School of  Economics,  which  offers  a  phone  app  that  prompts you to record your mood and situation. The Mappiness websife says: "We'reparticularly interested in how people's happiness is affected by their local environment - air pollution, noise, green spaces, and so on - which the data from Mappiness will be absolutely great for investigating." Will it work? With enough people, it might. But there are other problems. We've been using happiness and well-being interchangeably. Is that ok? The difference comes out in a sentiment like: "We were happier during the war." But was our well-being also great then?   O projeto Mappiness, idealizado pela London School of Economics, ocupa-se do tema relacionado
    • A. 

      Ao nível de felicidade das pessoas em tempos de guerra.

    • B. 

      à dificuldade de medir o nível de felicidade das pessoas a partir de seu humor.

    • C. 

      Ao nível de felicidade das pessoas enquanto falam ao celular com seus familiares.

    • D. 

      à relação entre o nível de felicidade das pessoas e o ambiente no qual se encontram.

    • E. 

      à influência das imagens grafitadas pelas ruas no aumento do nível de felicidade das pessoas.

  • 2. 
     
    • A. 

      A inércia do continente africano diante das injustiças sociais.

    • B. 

      A persistência da guerra enquanto houver diferenças raciais e sociais.

    • C. 

      As acentuadas diferenças culturais entre os países africanos.

    • D. 

      A fragilidade das diferenças raciais e sociaicomo justificativa para o início de uma guerra.

  • 3. 
    Na modernidade, o corpo foi descoberto, despido e modelado pelos exercícios físicos da moda. Novos espaços e práticas esportivas e de ginástica passaram a convocar as pessoas a modelarem seus corpos. Multiplicaram-se as academias de ginástica, as salas de musculação e o número de pessoas correndo pelas ruas. Diante do exposto, é possível perceber que houve um aumento da procura por
    • A. 

      Exercícios físicos aquáticos (natação/hidroginástica), que são exercícios de baixo impacto, evitando o atrito (não prejudicando as articulações), e que previnem o envelhecimento precoce e melhoram a qualidade de vida.

    • B. 

      Mecanismos que permitem combinar alimentação e exercício físico, que permitem a aquisição e manutenção de níveis adequados de saúde, sem a preocupação com padrões de beleza instituídos socialmente.

    • C. 

      Exercícios de relaxamento, reeducação postural e alongamentos, que permitem um melhor funcionamento do organismo como um todo, bem como uma dieta alimentar e hábitos saudáveis com base em produtos naturais.

    • D. 

      Dietas que preconizam a ingestão excessiva ou restrita de um ou mais macronutrientes (carboidratos, gorduras ou proteínas), bem como exercícios que permitem um aumento de massa muscular e/ou modelar o corpo.

  • 4. 
    TEXTO I O meu nome é Severino, não tenho outro de pia. Como há muitos Severinos, que é santo de romaria, deram então de me chamar Severino de Maria; como há muitos Severinos com mães chamadas Maria, fiquei sendo o da Maria do finado Zacarias, mas isso ainda diz pouco: há muitos na freguesia, por causa de um coronel que se chamou Zacarias e que foi o mais antigo senhor desta sesmaria. Como então dizer quem fala ora a Vossas Senhorias TEXTO II João  Cabral,  que  já  emprestara  sua  voz  ao  rio, transfere-a,  aqui,  ao  retirante  Severino,  que,  como o  Capibaribe,  também  segue  no  caminho  do  Recife. A  autoapresentação  do  personagem,  na  fala  inicial do  texto,  nos  mostra  um  Severino  que,  quanto  mais se define, menos se individualiza, pois seus traços biográficos são sempre partilhados por outros homens. Com base no trecho de Morte e Vida Severina (Texto I) e na análise crítica (Texto II), observa-se que a relação entre  o  texto  poético  e  o  contexto  social  a  que  ele  faz referência  aponta  para  um  problema  social  expresso literariamente pela pergunta "como então dizer quem fala / ora a Vossas Senhorias?". A resposta à pergunta expressa no poema é dada por meio da
    • A. 

      )$'/-%DG*& >%(#/%*'+& )*'& ?-+D*'& E%*7-F!/*'& )*& personagem-narrador.

    • B. 

      Representaçãoi, na figura do personagem-narrador, de outros Severinos que compartilham sua condição.

    • C. 

      Apresentação do personagem-narrador como uma projeção do próprio poeta, em sua crise existencial.

    • D. 

      Descrição de Severino, que, apesar de humilde,orgulha-se de ser descendente do coronel Zacarias

  • 5. 
    • A. 

      A identificaçãoi com o público-alvo a que se destina o anúncio

    • B. 

      A avaliação da imagem como uma sátira às atrações de terror.

    • C. 

      A atenção para a imagem da parte do corpo humano selecionada aleatoriamente.

    • D. 

      O reconhecimento do intertexto entre a publicidade e um dito popular.

  • 6. 
    • A. 

      é uma estratégia que, ao possibilitar caminhos totalmente abertos, desfavorece o leitor, ao confundir os conceitos cristalizados tradicionalmente

    • B. 

      Possibilita ao leitor escolher seu próprio percurso de leitura, sem seguir sequência predeterminada, constituindo-se em atividade mais coletiva e colaborativa. que, ao desviar o foco da leitura, pode ter como consequência o menosprezo pela escrita tradicional

    • C. 

      Exige do leitor um maior grau de conhecimentos prévios, por isso deve ser evitado pelos estudantes nas suas pesquisas escolares.

    • D. 

      Facilita a pesquisa, pois proporciona uma informação +?H+

  • 7. 
    • A. 

      Esclarecer que a velhice é inevitável.

    • B. 

      Contar fatos sobre a arte de envelhecer.

    • C. 

      Defender a ideia de que a velhice é desagradável.

    • D. 

      Mostrar às pessoas que é possível aceitar, sem angústia, o envelhecimento

  • 8. 
    No  Brasil,  a  condição  cidadã,  embora  dependa  da leitura  e  da  escrita,  não  se  basta  pela  enunciação  do direito, nem pelo domínio desses instrumentos, o que, sem dúvida,  viabiliza  melhor  participação  social.  A  condição cidadã depende, seguramente, da ruptura com o ciclo da pobreza, que penaliza um largo contingente populacional. Ao argumentar que a aquisição das habilidades de leitura e escrita que a aquisição das habilidades de leitura cidadania, o autor
    • A. 

      Critica os processos de aquisição da leitura e da escrita.

    • B. 

      Fala sobre o domínio da leitura e da escrita no Brasil

    • C. 

      Incentiva a participação efetiva na vida da comunidade.

    • D. 

      Faz uma avaliação crítica a respeito da condição cidadã do brasileiro.

  • 9. 
    • A. 

      Inauguração do museu e o grande investimento em cultura no país.

    • B. 

      Importância da língua para a construção da identidade nacional.

    • C. 

      Afetividade tão comum ao brasileiro, retratada através da língua.

    • D. 

      Afetividade tão comum ao brasileiro, retratada através da língua.

    • E. 

      Relação entre o idioma e as políticas públicas na área de cultura.

  • 10. 
    • A. 

      Contraria o uso previsto para o registro oral da língua.

    • B. 

      Contraria a marcação das funções sintáticas de sujeito e objeto.

    • C. 

      Gera inadequação na concordância com o verbo.

    • D. 

      Gera ambiguidade na leitura do texto.

    • E. 

      Apresenta dupla marcação de sujeito.

Back to Top Back to top